Liderança e Gestão

Comente 06.05.19 1089 Vizualizações Imprimir Enviar
Pirâmide de Glasser – técnicas de aprendizagem

Pirâmide de Glasser: não é (apenas) porque fui professor durante muitos anos, com mais de 25.000 horas-aula, que acho esta profissão uma das mais importantes e mais injustiçadas. Há outros motivos. Principalmente, o fato de que enquanto gestores, líderes, pais, avôs, sempre estaremos querendo passar alguma informação a um indivíduo, a uma equipe…em suma, estamos atuando como professor. Portanto, é fundamental conhecer os mecanismos do aprendizado eficiente. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Pirâmide de Glasser – conceitos iniciais

William Glasser foi um engenheiro químico norte-americano, nascido em 1925, que depois de se formar permaneceu alguns anos no Exército Americano, e se graduou em Psiquiatria. Como psiquiatra, atuou em hospitais americanos de para veteranos de guerra, tendo sido excluído por suas visões antagônicas às ideias freudianas.

Foi um dos mentores de Edward Deming, o idealizador do ciclo PDCA, e um dos expoentes da Qualidade no mundo.

Um dos mais conhecidos livros de Glasser foi inicialmente denominado Teoria do Controle, mas, devido às interpretações equivocadas do título, mudou o título para Teoria da Escolha, excelente livro, infelizmente por ora esgotado no Brasil.

Pirâmide de Glasser – aprendizado

É fato conhecido que pessoas diferentes têm diferentes estilos de aprendizado. Há aqueles que são extremamente visuais, ou seja, necessitam de estímulo visual para o aprendizado (nos quais me incluo); há os auditivos, que absorvem melhor o conhecimento pela escuta (este não sou eu: se tiver que me orientar pelo Waze, tenho que VER o mapa, ouvir as instruções não me adianta de nada…). E há aqueles que são cinestésicos-sensoriais, ou seja, tem que sentir, fazer, para um melhor aprendizado.

Estes são ESTILOS de aprendizado.

Pirâmide de Glasser – técnicas de aprendizado

Além dos diferentes estilos, os quais são inerentes a cada pessoa, Glasser deu-se conta de que há diferentes técnicas de aprendizado, com diferentes graus de efetividade, e baseado em suas observações, construiu a Pirâmide de Glasser, a qual em cada um de seus degraus, tem diferentes percentuais de absorção de conhecimento.

A pirâmide está representada neste desenho abaixo, com os respectivos percentuais de retenção de aprendizado:

Pirâmide de Glasser

Pirâmide de Glasser

Em 1985, eu era professor de matemática em pré-vestibulares, havia dez anos, e havia me formado em Engenharia Mecânica na UFRJ. Surgiu um concurso para a Petrobras. Por sorte minha, a prova seria no dia 13 de janeiro. As aulas nos cursinhos pré-vestibular terminavam em meados de Dezembro, portanto eu teria quase um mês para estudar. Àquela época, não havia internet…

Fiz uma pilha de livros sobre os temas que poderiam ser cobrados no Concurso, e, mesmo sem ter ouvido falar em Glasser, intuitivamente eu estudava da seguinte forma:

“-Se eu fosse dar uma aula sobre este assunto, como prepararia esta aula?”

“-Se eu fosse elaborar uma questão de prova sobre este tema, que questão eu criaria?”

Portanto, intuitivamente, eu estava fazendo uso da técnica mais efetiva de aprendizado, ou seja, a base da Pirâmide de Glasser.

Acho que funcionou…passei bem colocado.

A cada semana, publicamos novos artigos aqui no Blogtek, sobre Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção, e tópicos sobre Liderança e Gestão. Também semanalmente publicamos um vídeo, os quais podem ser acessados em youtube.com/c/Blogtek, com legendas em espanhol. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • pirâmide de glasser
  • a ferramenta diagrama de relação ou Inter relações
  • coeficientes curva de aprendizagem
  • erin meyer mapa cultural
  • permissao de trabalho pt ou pet
  • pirâmide de william glasser
  • sete pedras origem

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.