Menu

Pensamento Lateral

Stonner 17 Comentários 08.10.14 5346 Vizualizações Imprimir Enviar

Pensamento Lateral: temos publicado aqui no Blogtek uma série de artigos sobre Análise de Causa Básica, Processos Decisórios, sempre focados em um estilo de raciocínio, que é o chamado “Pensamento Vertical”, muito lógico e dedutivo. Hoje veremos um outro estilo, denominado “Pensamento Lateral”, abrangente e indutivo, e altamente estimulador para a Criatividade. Para ser sempre informado dos novos artigos do Blogtek, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Pensamento Lateral – origem

O conceito de “Pensamento Lateral” foi criado por Edward de Bono, médico, psicólogo, palestrante mundialmente reconhecido. De Bono fez as primeiras referências ao pensamento lateral em seu livro “O mecanismo da mente”.

O pensamento tradicional tem a ver com análise, julgamento e argumentos. Em um ambiente estável isto era suficiente porque bastava identificar situações padrão e aplicar soluções padrão. Isto não é mais possível em um ambiente fortemente evolutivo e cambiável em que as soluções padrão podem não servir mais.

O pensamento criativo é uma necessidade universal neste novo ambiente. Muitos problemas não podem ser resolvidos pela identificação e remoção da causa. Há uma necessidade de re-projetar os caminhos, de estar sempre reinventando as coisas.

Pensamento Lateral – definições e reflexões

Pensamento vertical é seletor, pensamento lateral é gerador.

O pensamento vertical só se move na direção existente, o pensamento lateral cria suas direções.

Pensamento vertical é analítico, pensamento lateral é provocador.

Pensamento vertical é sequencial, pensamento lateral dá saltos.

O pensamento vertical usa a negativa para evitar certos passos. No pensamento lateral não existe a negativa.

O pensamento vertical procura os caminhos mais prováveis, o pensamento lateral explora os caminhos menos prováveis.

Pensamento lateral – reinventando e eliminando bloqueios

Acompanhe a figura abaixo, e procure encaixar a sexta figura:

Pensamento Lateral - completando a sequência

Pensamento Lateral – completando a sequência

Aparentemente difícil, não? Eu diria até impossível, se seguirmos a sequência dada (e esta é uma tendência do pensamento vertical: seguir o caminho que vem dando certo). Porém, há como encaixar a sexta figura, se reinventarmos o caminho:

Pensamento Lateral - reinventando a sequência

Pensamento Lateral – reinventando a sequência

Observem que no ambiente corporativo isto ocorre muitas vezes: tentamos solucionar o próximo passo, baseado nos passos que já foram dados. Poucos OUSAM reconstruir todo o caminho a partir do início, onde muitas vezes se pode chegar à solução à qual não chegaríamos continuando do ponto em que nossos antecessores pararam.

Um outro exemplo é o desafio de cobrir os 9 pontos do quadrado abaixo com 4 segmentos de reta contínuos:

Pensamento lateral - bloqueios mentais

Bloqueios mentais

Difícil? Eis a solução:

Pensamento lateral - quebrando os bloqueios mentais

Quebrando os bloqueios mentais

Ahh, mas podia sair dos limites do quadrado? Quem disse que não podia? Este é um bloqueio mental, muito característico do pensamento vertical.

Este assunto é muito vasto. Aqui foi apenas uma introdução, e muitos outros artigos serão publicados sobre este assunto e outros correlatos. Para ser sempre informado dos novos artigos do Blogtek, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • pensamento lateral
  • a que tipos de raciocínio está relacionado o pensamento lateral?
  • Como implantar o pensamento lateral
  • a que tipos de raciocínio está relacionado o pensamento lateral
  • analise pensamento lateral
  • exemplo de pensamento vertical numa empresa
  • kaizen 9 pontos quadrado
  • método de Pensamento Lateral
  • O que consiste o pensamento lateral?
  • o que e pensamento lateral?

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • REALDINO JOSÉ BUSARELLO

    Parabéns por abordar este assunto.
    Nas corporações o que falta é criatividade e muitas vezes o ambiente corporativo é voltado para o controle e não para a criação.

  • GFC

    Excelente post, amigo! A atitude do pensamento lateral está “extinto” em várias organizações devido aos subordinados saberem que não serão reconhecidos por serem inovadores e sim por falarem o que seu chefe quer ouvir, ou seja, virou uma questão de sobrevivência “ser” vertical.

  • Realdino, de fato, falta muitas vezes criatividade em nossas organizações. Por isso, darei continuidade ao tema.

  • Pois é, Georgio, infelizmente hoje é a cultura do medo de criar!

  • Pensamento lateral é a forma de “sairmos do quadrado” e buscar a criação de novas soluções para as necessidades das organizações.
    A dificuldade está também em buscar uma nova solução, ou pensar em nova solução se já achamos uma solução que atende o momento .
    Esse processo necessita de treinamento constante principalmente para nós que formamos em engenharia e outras áreas das ciências exatas e, pela forma cartesiana de raciocinar temos dificuldade de repensar e estar sempre buscando soluções adequadas aos novos tempos.

    Jose Luiz

  • Gerson Nakano

    Excelente.
    Deus te abençoe filho!
    E o segundo exemplo aqui na empresa chamamos em “pensar fora do quadrado”

  • Yutaka Ito

    Excelente, este conceito sempre passo aos meus colaboradores; inclusive, estou preparando um work shop para mostrar ao nosso cliente, que não somos simplesmente
    uma empresa que presta serviço de manutenção (corretiva/Preventiva), pensamos mais adiante, sempre procuramos fazer melhorias, tanto para a confiabilidade do equipamento quanto a questão de lucratividade.Faço meus tecnicos pensarem da melhor forma possivel, não sendo apenas trocadores de peças, orientar o setor de compras do cliente a adquirir peças dos equipamentos importados aqui no Brasil, pois, já temos um mercado que nos atende perfeitamente, procurar entender a quebra do equipamento, para sanar definitivamente, pois, é incrivel como em muitas empresas o pessoal convive com Bad actor’s sem a menor cerimonia.Mas, acho que o grande problema no Brasil é a formação, não temos escolas e nem professores formando bons profissionais.

  • Valeu, Nakano…com este negócio de Benção, como eu já tenho quase 60 anos, os leitores do Blogtek vão imaginá-lo um sábio oriental de seus 100 anos…. rsrsrsrsrsr

  • Muito bom saber que sua empresa mantém este VALOR, Yutaka. Como fui muito tempo da Manutenção, conheço “n” empresas que não tem esta preocupação!! Parabéns!!!

  • Concordo plenamente, José Luiz, nós engenheiros temos esta dificuldade!!! Mas temos que pensar “fora da caixa”, que é uma outra forma de expressar o pensamento lateral!

  • Deolindo Bittencourt Neto

    Devemos tratar o produto de nosso trabalho,como uma missao e nao como partes fragmentadas de cada funcao.visto que esta pratica vertical,pode comprometer o objetivo final. sds…Deolindo.

  • Renilson

    A importância de sair do quadrado está bem ilustrada no segundo exemplo.
    Infelizmente as pessoas e organizações não estimulam este modo de pensamento.
    É importante perceber que as inovações e novos métodos vem deste tipo de abordagem.

  • Obrigado pela contribuição, Deolindo, seja bem vindo ao Blogtek!

  • Exato, Renilson sair do quadrado, pensar fora da caixa, são formas de exprimir a necessidade de um pensamento mais abrangente!

  • Kemmelly Gil Paz

    Realmente inovador, todos deveriam ter essa percepção na solução de qualquer problema, buscar novas formas de estruturar alternativas inteligentes.

  • Olá, Kemmely, pois é, seguir o passado leva às mesmas situações. Temos que reinventar e buscar alternativas.

  • Pingback: Pensamento Lateral | Projetos e TI()

Publicidade

Liderança e Gestão

Brainstorming reverso – revirando os problemas

Comente Stonner 07.01.19
Liderança e Gestão

Quatro princípios da mudança – John Kotter

Comente Stonner 17.12.18
Gerenciamento de Projetos

Aversão à perda – como impacta a gestão?

Comente Stonner 10.12.18
Gerenciamento de Projetos

Inteligência Cultural – fundamental no ambiente globalizado

Comente Stonner 03.12.18
Gerenciamento de Projetos

Análise forense de cronogramas

Comente Stonner 26.11.18

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

85 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

63 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

45 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2019 Blogtek.