Gerenciamento de Projetos

Comente 15.07.19 523 Vizualizações Imprimir Enviar
OKR – Objective and Key Result

OKR – Objective and Key Result:  – na sopa de letrinhas em que frequentemente nos vemos imersos, muitos não conhecem o conceito de OKR – Objective and Key Results; ou ainda, confundem com o conceito de KPI – Key Performance Indicator. Vamos esclarecer estas diferenças? Mais o que um indicador, OKR é o que chamamos de um Management Framework, algo livremente traduzido como Estrutura de Gerenciamento. Leia mais sobre Métricas e Indicadores e os cuidados na Análise de Indicadores. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui abaixo, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

OKR – Objective and Key Result: origem

OKR – Objective and Key Result é uma evolução de um conceito lançado por Peter Drucker em 1954, o qual foi muito popular por longo tempo: Gerenciamento por Objetivos (GPO). Os mais velhos hão de se lembrar. Na Petrobras, por exemplo, era intensamente utilizado quando ingressei, em 1985.

Andy Grove, co-fundador da Intel, desenvolveu enquanto CEO o conceito de OKR a partir do Gerenciamento por Objetivos. John Doerr trabalhou na Intel, aprendeu e utilizou a estrutura de OKR, e ao tornar-se consultor para Google em seus primórdios orientou Larry Page e Sergey Brin para a utilização de OKR, o qual até hoje é utilizado na Google.

OKR – Objective and Key Result: conceito

Podemos entender o Objetivo como onde queremos ir, e o Key Result nos permitirá aferir se chegamos onde desejamos ou não. Normalmente, se associa uma outra questão: O que fazer para chegar lá? Esta última questão faz surgir as Iniciativas.

Objective:

Um Objetivo é a descrição de uma meta a ser atingida no futuro, estabelecendo uma diretriz e motivação. Onde chegar?

Exemplos:

Tornar-se líder no Mercado

Desenvolver o melhor App para determinado nicho

Obter maiores lucros que no ano passado

Key result:

Um Resultado Chave é uma métrica que tem um valor atual e um valor meta, o qual mede o avanço em direção ao Objetivo.

Exemplos:

Atingir um valor de mercado de US$ 12.000.000

Ser o App escolhido pela Apple Store neste nicho

Conseguir 5 novos grandes clientes para a empresa

Iniciativas:

Uma Iniciativa é a ação a ser desenvolvida para modificar o Resultado Chave, ligado a determinado objetivo. Se o Objetivo é o destino ao qual queremos chegar, o Resultado Chave mostra a distância a ser percorrida, a Iniciativa seria a maneira de atingir o Objetivo (ir de carro, tomar um trem, ir de avião).

Exemplos:

Contratar um CEO de referência no mercado

Contratar um desenvolvedor de App’s reconhecido

Estabelecer prêmios por desempenho na prospecção de clientes

OKR – Objective and Key Result: qual a diferença para KPI’s?

OKR estabelece a ponte entre o desejo e a realidade. Nos ajudam a ver o caminho a ser percorrido entre o status atual e o desejado, onde queremos chegar. Os KPI’s (Key Performance Index – Indicadores Chave de Desempenho) medem a quantidade, qualidade, saídas de determinados processos, já existentes.

Em resumo, enquanto os KPI’s (importantes, sem dúvida) medem o desempenho atual, o OKR nos ajuda a transpor a ponte para o futuro.

Lembrando dos conceitos de Missão e Visão:

Missão:

  • Lembra a razão de ser da Instituição
  • Identifica nosso mercado atual e futuro
  • Define o campo de ação da Instituição

Os KPI’s nos ajudam a ver como estamos desempenhando nossa Missão.

Visão é uma imagem mental de um estado futuro que buscamos atingir, que nos serve de guia para as decisões e nos impele à ação.

Visão:

  • Declara as aspirações da Instituição
  • Motiva e inspira
  • Compromete
  • É uma diretriz estratégica

OKR nos possibilita atingir a Visão desejada.

Estamos sempre publicando dicas e sugestões para Liderança e Gestão, Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção. Toda semana, um artigo e um vídeo (youtube.com/c/blogtek). Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui abaixo em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • download do livro inteligências

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.