Gestão da Manutenção

1 Comentário 22.10.18 1300 Vizualizações Imprimir Enviar
Manutenção prescritiva – o que significa?

Manutenção prescritiva – o que significa? O termo “prescritiva” remete à medicina, “prescrever um remédio”, e assim é, de fato. A Manutenção Industrial em muito se assemelha à Medicina, e os engenheiros de manutenção, aos médicos. Se você vai ao médico porque está gripado, isto equivale a uma manutenção corretiva – você já está doente. Se você faz um “check-up” anual, você está praticando a manutenção preventiva, por tempo. Se você faz exames e monitora o desempenho dos principais parâmetros ao longo do tempo, você está atuando na manutenção preditiva (monitorar a evolução do colesterol, triglicerídeos, glicose). Se você se antecipa, e adota um padrão de vida saudável, evitando gorduras, açúcar em excesso, fumo e álcool, você está adequando seu corpo a um desempenho melhor ao longo do futuro, e este é o conceito de manutenção prescritiva.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Manutenção prescritiva – origem

Ao longo da Evolução da Manutenção, passamos pela manutenção corretiva, preventiva e preditiva (não imaginemos de forma simplista que cada uma “substitui” a anterior = leia mais em Manutenção Centrada na Confiabilidade). A manutenção prescritiva passa pela capacidade (mantendo a comparação com a prática médica) da auto avaliação e a adoção de melhores práticas. Mas, como isto pode ocorrer com máquinas e equipamentos?

De fato, esta visão da Manutenção Prescritiva só se revela viável com o advento da Industria 4.0, e da IoT (Internet of Things = Internet das Coisas). Relembrando, ou, esclarecendo:

Indústria 1.0: invenção da máquina a vapor; primeiros teares mecânicos.

Indústria 2.0: uso da energia elétrica; produção em série; linhas de montagem.

Indústria 3.0: utilização da eletrônica; instrumentação; automação.

Indústria 4.0: indústria e produtos inteligentes; IoT; hiperconectividade; big data

Uma das primeiras vozes a discorrer sobre a Manutenção Prescritiva foi Dan Miklovic, analista da empresa de pesquisas LNS Research: “Não será mais necessária uma equipe de especialistas para dizer como e quando manter seus ativos, os ativos lhe dirão o que é necessário, se eles mesmos (os ativos) não conseguirem se consertar”. Bem futurístico, não? E, no entanto, já está se fazendo presente.

Na visão da manutenção corretiva, um rolamento é substituído quando falha. No conceito de manutenção preventiva, este rolamento é checado periodicamente. A manutenção preditiva sugere que se acompanhe a temperatura, vibração, para poder prever o melhor momento de sua substituição. Na manutenção prescritiva, o equipamento lhe dirá que se a carga ou velocidade forem reduzidas de X%, você poderá prorrogar a vida útil deste rolamento até coincidir com a parada programada do equipamento como um todo.

Manutenção prescritiva – parâmetros

Novos parâmetros devem ser considerados na manutenção prescritiva:

  • Automação – maior a automação, maior a agilidade requerida nas respostas da Manutenção.
  • Economia – cada vez será requerida maior carga de informação para avaliar os aspectos econômicos de cada decisão da manutenção.
  • Capacitação da mão de obra – cada vez mais a mão de obra deve estar capacitada, e permanentemente atualizada, pois as tecnologias serão cada vez mais inovadoras e de rápida evolução.
  • Condições operacionais – os aspectos de manutenção também impactarão a maneira de operar, buscando otimizar o equilíbrio resultante do processo produtivo com as condições operacionais.
  • Desempenho dos ativos – a imensa quantidade de dados e variáveis afetadas pelo desempenho dos equipamentos tornarão imprescindível a utilização de dados extremamente abrangentes (big data).

Em resumo, enquanto a manutenção preditiva auxilia o mantenedor no sentido de informar o que está por ocorrer (possibilidade de falha) e quando se prevê que a falha ocorra, a manutenção prescritiva estabelece recomendações e ações para evitar a falha.

A cada semana, publicamos novos artigos aqui no Blogtek, sobre Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção, e tópicos sobre Liderança e Gestão. Também semanalmente publicamos um vídeo, os quais podem ser acessados em youtube.com/c/Blogtek. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek!SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • manutenção prescriptiva
  • manutençao prescritiva
  • o que significa manutenção

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.