Atualidades

Comente 28.09.20 467 Visualizações Imprimir Enviar
Jugaad – gambiarra também pode ser inovação

Jugaad – gambiarra também pode ser inovação – usualmente quando pensamos em inovação, em produtos pensamos em algo como o iPhone, as telas touch-screen, em termos de processo (serviços) pensamos nos serviços de streaming (vídeos, Netflix, músicas, Spotify), delivery (iFood e congêneres), transporte (Uber), logística (entrega por drones). Porém, há bilhões de pessoas no planeta que não têm acesso a estes produtos ou serviços, e nem por isso não há inovações que possam atendê-las. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Jugaad – a origem

O livro A inovação do Improviso, de Navi Radjou, Jaideep Prabhu e Simone Ahuja, (como sempre faço, ao mencionar um livro: COMPREM!) menciona que Jugaad é um termo coloquial em hindu, e pode ser definido como “um conserto inovador; uma solução improvisada, com base em engenhosidade e inteligência”. Não lhe parece familiar?

Como pertencentes a uma camada da sociedade que desconhece, pelo menos na própria pele, as necessidades básicas e agruras pelas quais BILHÕES de habitantes do planeta têm que passar, certamente não imaginaríamos a importância de uma geladeira desenvolvida por uma empresa chamada Mitticool, que custa 40 USD, feita de argila (Mitti significa terra, em Hindu), 100% biodegradável e que não utiliza eletricidade, pois há 500 milhões de indianos que não têm acesso regular à energia elétrica. E NÃO é uma geringoça feia…acessem o site da Mitticool…é bonitinha! O criador desta geladeira não possui sequer o ensino médio completo, porém percebeu que água escoando de uma câmara superior, ao evaporar-se nas laterais dessa geladeira baixa a temperatura, mantendo frescos os alimentos, pelo menos por alguns dias. Claro, não é a solução que nós queremos para ter uma cerveja gelada, mas pelo menos mantém os alimentos por alguns dias, o que, convenhamos, é muito mais nobre.

A ideia inicial deste inventor/criador partiu de uma foto de um artefato muito comum aqui no Brasil: a moringa! Os mais antigos dentre os leitores hão de se lembrar que mamãe dizia que a água do filtro de barro era bem “fresquinha” … a partir deste conceito, ele apenas usou a evaporação da água para tornar a “geladeira” ainda mais fresquinha!

Jugaad no Brasil

O livro usa às vezes o termo “gambiarra”, outras vezes usa a expressão “jeitinho”. Menciona um jeitinho criado por uma auxiliar de enfermagem na Unidade Neonatal do Hospital Universitário de Maringá chamada Isabel Leli. Ao ver que um neném prematuro não parava de chorar, ela pegou um pedaço de pano e improvisou uma rede. Imediatamente, o bebê parou de chorar. Animado com essa experiência, o Hospital Universitário de Maringá pediu a costureiras para produzir redes semelhantes, usando tecidos delicados para não machucar a pele dos bebês. Pesquisa mostram que bebês deitados em redes tendem a ficar mais calmos.

Particularmente nestes tempos de pandemia, nas comunidades do Rio de Janeiro e São Paulo cada vez mais, jovens estão usando soluções criativas para vencer as dificuldades.

Jugaad e o meio ambiente...
Jugaad e o meio ambiente…

O livro tem inclusive um prefácio à edição brasileira, onde, além destes aspectos aqui destacados, menciona também uma exposição de arte denominada Gambiólogos (não conhecia, mas adorei o termo).

Jugaad – o bom é inimigo do ótimo

No chamado mundo ocidental, a busca pela inovação tende a procurar sempre pelo ótimo, pelo duradouro, pelo mais eficiente. Na realidade, nem sempre isso é possível, pelo menos para grande parte da humanidade. Neste caso, é necessário considerar o provérbio: “o bom é inimigo do ótimo”.

Jugaad - compartilhamento de ar condicionado
Jugaad – compartilhamento de ar condicionado
Jugaad - compartilhamento de ar condicionado 2
Jugaad – compartilhamento de ar condicionado 2

Jugaad – princípios

Há alguns princípios básicos que norteiam a filosofia Jugaad:

  1. Procure oportunidades na adversidade;
  2. Faça mais com menos;
  3. Pense e aja de forma flexível;
  4. Mantenha seu negócio simples;
  5. Se adeque às necessidades dos clientes e funcionários;
  6. Siga seu coração.
Jugaad
Jugaad

Se você se interessa pelo assunto, leia também: Inovação: você consegue!, Inovação: Disrupção, mas não ruptura, Cultura da Inovação: exemplo 3M, Criatividade e Inovação

A cada semana, publicamos novos artigos aqui no Blogtek, sobre Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção, e tópicos sobre Liderança e Gestão. Também semanalmente publicamos um vídeo, os quais podem ser acessados em youtube.com/c/Blogtek. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • 3 etapas de Lewin
  • identificação de riscos em projetos

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.