Gerenciamento de Projetos

14 Comentários 11.09.13 40447 Vizualizações Imprimir Enviar
Diagrama PERT: datas mais cedo e mais tarde

O cronograma de barras, desenvolvido por Henry Gantt, continua imbatível como forma de visualização de datas e prazos das atividades de um projeto. No entanto, ele não evidencia claramente as interdependências entre tarefas. Para isto, existe o diagrama de rede, ou diagrama de precedências, também inadequadamente conhecido como Rede ou Diagrama PERT. Para ser informado das próximas publicações, cadastre seu e-mail no topo da página, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS!

 

 Diagrama PERT – conceito

Diagrama de rede ou de precedências é o nome mais correto. É uma maneira gráfica de representar a sequenciação e interdependência entre tarefas. O nome PERT é o acrônimo de Program Evaluation and Review Technique, método desenvolvido pela Marinha Americana por ocasião do Projeto Polaris, método este que para a estimativa de prazo das atividades considerava a média ponderada entre o Tempo mais otimista (a), o Tempo mais provável (m) e o Tempo mais pessimista (b), obtendo desta forma o Tempo esperado Te=(a+4m+b)/6. O método PERT, probabilístico, se contrapõe ao método CPM, que utiliza o tempo determinístico, ou seja, não considera as possíveis variações nas estimativas.

Usaremos aqui o termo Diagrama PERT, uma vez que está consagrado pelo uso.

O cronograma, como vemos a seguir, é uma excelente ferramenta de visualização, porém não mostra as interdependências entre tarefas:

Exemplo de Cronograma

Exemplo de Cronograma

O diagrama de precedência, construído a seguir, ilustra claramente as dependências entre atividades:

Diagrama de precedências,  erroneamente conhecido como Diagrama PERT

Diagrama de precedências, erroneamente conhecido como Diagrama PERT

No entanto, os prazos e datas, flagrantes no cronograma, ficam mais difíceis de serem visualizados.

Diagrama PERT – datas mais cedo

Visualizemos a seguir um fragmento de um diagrama PERT, representando o carregamento de catalisador em uma torre, durante uma parada de manutenção. Os números escritos acima das caixas representam as datas mais cedo, ou seja, o momento mais cedo em que as atividades podem ser iniciadas ou concluídas, em função das interdependências entre atividades anteriores, não ilustradas aqui. Os números no interior dos parênteses indicam a duração, neste caso em horas, de cada atividade:

Datas mais cedo

Datas mais cedo

Observem que a atividade “Carregar catalisador na torre” depende claramente das três atividades predecessoras, a saber, “Instalar dispositivos de carregamento”, a qual termina na hora 10 (em sua data mais cedo), “Limpar e reparar internos da torre”, a qual termina na hora 20, e “Regenerar catalisador gasto”, terminando na hora 18. Como é necessário que TODAS  as atividades predecessoras estejam concluídas para que se possa iniciar a próxima atividade na sequência, isto significa que o momento MAIS CEDO em que a atividade “Carregar catalisador na torre” pode iniciar é 20:

Calculo das datas mais cedo

Calculo das datas mais cedo

Podemos então inferir a seguinte regra geral:

Para o cálculo das datas mais cedo de um diagrama de precedências, seguimos da esquerda para a direita, ou seja, do início ao término, somando as durações das novas atividades, e, quando houver duas ou mais atividades convergindo para uma sucessora, a data MAIS CEDO de início desta sucessora é a MAIOR dentre as datas que nela convergem.

Diagrama PERT – datas mais tarde

Visualizemos a seguir um fragmento de um diagrama PERT, representando a manutenção de um forno, durante uma parada de manutenção. Os números escritos abaixo das caixas representam as datas mais tarde, ou seja, o momento mais tarde em que as atividades podem ser iniciadas ou concluídas, em função das interdependências entre atividades sucessoras, não ilustradas aqui. Os números no interior dos parênteses indicam a duração, neste caso em horas, de cada atividade:

Datas mais tarde

Datas mais tarde

Observem que a atividade “Montar andaime interno” é claramente a predecessora das três atividades posteriores, a saber, “Iniciar quebra do refratário”, a qual inicia (em sua data mais tarde) na hora 12, “Medir espessura dos tubos da radiação”, a qual inicia na hora 14, e “Remover skinpoints”, iniciando na hora 16. Como é necessário concluir a atividade predecessora “Montar andaime interno” antes do início de TODAS as atividades sucessoras, isto significa que o momento MAIS TARDE em que a atividade “Montar andaime interno” pode terminar é 12:

Cálculo das datas mais tarde

Cálculo das datas mais tarde

Podemos então inferir a seguinte regra geral:

Para o cálculo das datas mais tarde de um diagrama de precedências, seguimos da direita para a esquerda, ou seja, do término ao início, subtraindo as durações das novas atividades, e, quando houver duas ou mais atividades partindo de uma predecessora, a data MAIS TARDE de término desta predecessora é a MENOR dentre as datas que dela divergem.

Diagrama PERT – exemplo completo

Calcule as datas mais cedo de início e término de cada atividade na rede de precedências abaixo, e determine a duração do projeto:

Calcule as datas mais cedo...

Calcule as datas mais cedo…

Estas são as datas mais cedo. Parta agora do final, e calcule as datas mais tarde de início e término de cada atividade:

Calcule as datas mais tarde...

Calcule as datas mais tarde…

Eis a solução completa, datas mais cedo e mais tarde:

Solução Completa

Solução Completa

E, para que tudo isto? O MS-Project, o Primavera, os softwares de planejamento não fazem tudo isto?

Sim, claro! Mas é importante entender estes conceitos, pois deles advirão as noções de folgas e caminho crítico, fundamentais para o entendimento de um planejamento. Veremos em próximos artigos. Para ser informado das próximas publicações, cadastre seu e-mail no topo da página, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS!

Incoming search terms:

  • diagrama de pert
  • tempo mais tarde
  • diagrama PERT
  • diagrama de pert como fazer
  • grafico de Pert
  • cronograma PERT
  • diagrama pert como fazer
  • diagrama rede pert
  • projeto inicio mais tarde
  • data mais cedo e data mais tarde

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.