Gerenciamento de Projetos

26 Comentários 26.03.14 8098 Vizualizações Imprimir Enviar
Diagrama de Pareto

Diagrama de Pareto, ou Lei de Pareto,  é um diagrama extremamente simples, ideal para priorizar atividades e foco. É também conhecido como princípio do 80/20, apesar de que não necessariamente ocorra nesta proporção.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

 

 

Diagrama de Pareto – origem

Vilfredo Pareto foi um economista italiano (1848-1923) que estabeleceu o “ótimo de Pareto” ou “eficiência de Pareto”, situação econômica em que é impossível melhorar a situação econômica, ou, a utilidade de um agente, sem prejudicar os demais. É importante notar que este conceito não tem NADA A VER com o que hoje conhecemos como Lei de Pareto.

A Lei de Pareto parte do princípio de que para muitos fenômenos, 80% das consequências são oriundas de 20% das causas. A lei foi sugerida por Joseph M. Juran, que deu o nome em honra ao economista italiano Vilfredo Pareto.

Diagrama de Pareto – exemplos

  • Em uma loja, 20% dos vendedores irão ganhar cerca de 80% das comissões.
  • Em um departamento de assistência técnica, 80% dos problemas são oriundos de 20% das possíveis causas.
  • Em uma fábrica de bens de consumo, 20% dos produtos serão responsáveis por 80% do faturamento.

Não necessariamente, esta é a proporção. O 80/20 é sugerido como “rule of thumb”, ou seja, regra genérica, mas pode haver variações:

  • Os Estados Unidos tem 5% da população mundial, mas são responsáveis por 70% dos gases causadores do efeito estufa.
  • 0,7% da população global detêm 41% da riqueza mundial.
  • No Brasil, os 10% mais ricos tem 45% da riqueza do apís.

Diagrama de Pareto – construção

Em uma indústria, a tabela a seguir ilustra os defeitos mais comuns em sua linha de produção, e o custo unitário de cada reparo:

Que equipamentos deveríamos priorizar, na busca de melhoria, visando a diminuição de reparos de forma a otimizar a redução nos custos?

Diagrama de Pareto - Tabela

Diagrama de Pareto – Tabela

De posse destes dados, vamos totalizar os custos anuais de cada reparo, calcular os percentuais de ocorrência e de custo (por categoria de defeito e acumulado), e ordenar de forma decrescente segundo o custo percentual de cada categoria de reparo:

Diagrama de Pareto - Tabela Ponderada

Diagrama de Pareto – Tabela Ponderada

Se construirmos o gráfico, teremos:

Diagrama de Pareto - Gráfico

Diagrama de Pareto – Gráfico

Onde se evidencia que para atuar nos equipamentos cujos defeitos representam cerca de 80% do custo anual de manutenção, basta atuarmos nas categorias:

Falha mecânica do equipamento principal

Falha no sistema hidráulico

Defeitos de instrumentação

Estas categorias representam, em número de ocorrências, 20,5% do total, porém em termos de custo representam 72,4% do total.

 

Breve publicaremos um artigo sobre “Cauda Longa”, uma filosofia que se contrapõe à ideia de Pareto, e um artigo sobre a Curva ABC, extensão do conceito de Pareto. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • curva de pareto
  • priorização de actividades(principio de pareto)
  • priorizaçao de actividades na lei 80/20: eficiencia e eficacia
  • diagrama de Pareto na industria mecânica
  • diagrama de pareto origem
  • diagrama depareto objetiva
  • exemplos de diagrama de pareto
  • modelo da lei de pareto na industria
  • relaçao de pricipio de pareto e a priorizaçao das actividades
  • principio de pareto exemplos

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.