Liderança e Gestão

Comente 13.07.20 352 Visualizações Imprimir Enviar
Cultura de inovação – exemplo 3M

Cultura de inovação – exemplo 3M: no atual contexto, em que Inovar é fundamental para sobreviver, buscamos inspiração e exemplos de como fazer a inovação aflorar em nossos ambientes corporativos. Um dos exemplos clássicos é a empresa 3M. Conheça um pouco da cultura da inovação existente na 3M. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Cultura de inovação – exemplo 3M

Um dos exemplos clássicos da 3M são as etiquetas auto-adesivas Post-it , oriundas do fracasso de uma cola que não colava. Quem desenvolveu essa cola, ao ver que ela não aderia de forma permanente, ao invés de se penitenciar por sua falha, buscou ver que aplicação poderia ter esta cola que não colava. Deu-se conta de que eventualmente há coisas, como por exemplo etiquetas lembretes, que não precisam ser definitivamente coladas. Porém, isso só foi possível porque o desenvolvimento desta ideia se deu em uma empresa que privilegiava a criatividade é a inovação, sem punir os erros.

Porém, como se desenvolveu essa cultura?

Cultura de inovação – história da 3M

Fundada em 1902, a Minnesota Mining & Manufacturing Corporation (3M) vende mais de 60.000 diferentes produtos anualmente. Aproximadamente 35% do seu total de vendas é oriundade  produtos que foram introduzidos durante os últimos 4 anos, dos quais cerca de um quarto foram desenvolvidos durante o ano anterior. Os lucros da 3M vêm de 36 diferentes áreas de negócios: industrial (fitas, abrasivos e adesivos); transporte; cuidados de saúde (incluindo suprimentos médicos e cirúrgicos); consumidor e escritório; eletrodomésticos e comunicações; e materiais especiais.

Entre 1985 e 2000, a 3M apareceu no Top-10 do ranking da revista Fortune “America’s Most Admired Corporations” em 10 destes 15 anos. Neste mesmo período, foi a segunda empresa que mais apareceu no Top-Three das empresas mais inovadoras (a primeira dos Top-Three foi a Rubbermaid).

William L. McKnight (1887-1978) teve toda a sua carreira profissional na 3M, tendo sido CEO de 1949 a 1966, e é considerado o pai e inspirador da cultura de inovação dentro da 3M, tendo instituído alguns princípios que definem a abertura para a Inovação.

Cultura de inovação – princípios da 3M

Opção dos 15%:  os empregados têm opção de gastar até 15% de seu tempo de trabalho trabalhando em projetos individuais de sua própria escolha. Não há necessidade de informar estes projetos ao gerente, muito menos justificá-los.

Regra dos 30%: 30% do faturamento de cada unidade de negócios deve vir de produtos introduzidos nos últimos 4 anos. As unidades de negócios têm bônus baseados no atingimento deste objetivo.

Carreira em Y: Os empregados têm 2 opções de carreira: uma carreira técnica e uma carreira gerencial. Ambas permitem iguais oportunidades de avanço, portanto possibilitando os empregados de ficarem focados na pesquisa e seus interesses profissionais.

Capital semente: Os desenvolvedores de novos produtos podem solicitar aos gerentes de suas unidades de negócio capital para financiar o desenvolvimento destes produtos. Se o gerente de sua unidade de negócio se recusa a patrocinar o projeto, os empregados podem levar suas ideias a quaisquer outras unidades de negócios dentro da 3M. Se nenhuma unidade de negócio der suporte a essa proposta, os empregados podem procurar a administração corporativa para um Financiamento Corporativo, o qual pode ceder até 50.000 USD para pesquisa independente, desenvolvimento de produto, e teste de marketing. Cerca de 90 desses Financiamentos Corporativos são dados a cada ano.  Após garantir o capital, o desenvolvedor do produto, forma uma equipe para desenvolver esta ideia. Os membros dessa equipe não são designados, é o próprio desenvolvedor que os seleciona.

Tolerância ao erro: Se a ideia desenvolvida não tem êxito, os membros da equipe têm seus empregos garantidos. A cultura da empresa enfatiza que uma falha pode tornar-se um sucesso; não há punição para um produto que falha no mercado. 3M tem uma série de histórias sobre falhas famosas, as quais posteriormente se tornaram produtos de muito sucesso, e a mais conhecida é justamente das etiquetas autoadesivas Post-It.

Recompensa pelo Sucesso: Se o produto desenvolvido atingir determinadas metas de faturamento, os membros da equipe recebem aumentos, promoções e reconhecimento. Um desses reconhecimentos é o prêmio Golden Step. Este prêmio é dado se um novo produto atinge um faturamento de 2.000.000 de dólares nos Estados Unidos ou 4.000.000 de dólares em escala mundial. Outro reconhecimento é o prêmio Carlton, que distingue empregados técnicos que fizeram grandes contribuições através de inovações técnicas. O prêmio Carlton é considerado de grande prestígio, o prêmio Nobel dentro da 3M.

Pesquisa & Desenvolvimento: A 3M investe aproximadamente de 6 a 7% do faturamento em pesquisa e desenvolvimento, e tem consistentemente aumentado este investimento ao longo das últimas 2 décadas. O investimento da 3M em pesquisa e desenvolvimento é em média o dobro das empresas similares.

A cada semana, publicamos novos artigos aqui no Blogtek, sobre Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção, e tópicos sobre Liderança e Gestão. Também semanalmente publicamos um vídeo, os quais podem ser acessados em youtube.com/c/Blogtek.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.
Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

Newsletter

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.