Menu

VIP Construtibilidade

Stonner 4 Comentários 20.10.13 4008 Vizualizações Imprimir Enviar

VIP Construtibilidade – recentemente vimos aqui em Blogtek um artigo sobre VIPs – Value Improvement Practice, que são procedimentos formais e estruturados os quais, quando adequadamente aplicados, ajudam a atingir as metas de projeto, relativas a Custos, Prazos e Operabilidade, de acordo com os requisitos de Saúde, Meio Ambiente e Segurança. No entanto, ainda há quem julgue as VIPs como um exercício de “brainstorm”, a criação de um “check-list”, etc. Iremos aqui mostrar como criar uma VIP, hoje, especificamente a VIP Construtibilidade, uma das mais importantes para grandes projetos industriais. Posteriormente, daremos continuidade com as demais VIPs. Para ser informado dos novos artigos, cadastre-se aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

 VIP Construtibilidade – quando aplicar:

Para que projetos é recomendado usar a VIP Construtibilidade?

Blue Print And Construction Sketching by khunaspix

  • Quando o lay-out é muito congestionado: unidades novas sendo instaladas em instalações existentes (brownfield), ou diversas unidades sendo construídas simultaneamente em um mesmo site (greenfield)
  • Quando houver movimentação de cargas especiais, seja pelo peso, ou pelas dimensões ou forma.
  • Quando se cogita utilizar modularização (leia em Blogtek: Modularização)
  • Construção ou melhoria significativa de uma unidade durante uma parada de manutenção
  • Revamp (Revisão + Ampliação) de unidades existentes

Em que momento deve se executar a VIP Construtibilidade?

VIP - Value Improvement Practice: Aplicação

VIP – Value Improvement Practice: Aplicação

Vemos no cronograma acima que a Construtibilidade é a VIP que mais se estende ao longo do Cronograma do Projeto (leia mais sobre isto em Metodologia dos Portões): Construtibilidade em FEL2, Atualização da Construtibilidade em FEL 3, Revisão da Construtibilidade durante a Execução.

VIP Construtibilidade – propósitos:

O que se obtém ao aplicar a VIP Construtibilidade?

Hand Drawing Crane Line by Ohmega1982

  • Evitar falhas de projeto, seja na seleção de materiais ou dimensões
  • Minimizar especificações incorretas ou ambíguas
  • Minimizar aspectos construtivos que dificultem ou onerem demasiadamente a construção
  • Eliminar aspectos de projeto que excedam a capabilidade da indústria
  • Eliminar dubiedades que podem ser futuros objetos de pleito, ou dificultar a contratação
  • Mitigar efeitos adversos das condições locais
  • Implementar melhorias no projeto, construção e montagem
  • Evitar atrasos
  • Reduzir efetivo

VIP Construtibilidade – formação da equipe

É fundamental a participação do “sponsor” (patrocinador), preferencialmente um representante da alta direção, o qual não precisa participar de todas as discussões técnicas, mas deve abrir os trabalhos, e fazer follow-up das atividades da equipe de Construtibilidade.

Architecture Concept by Grant Cochrane

A equipe deve ter de 6 a 10 pessoas, incluindo o Gerente do Projeto, com poder de decisão em caso de indefinições, o Facilitador, elemento com experiência na implantação da VIP Construtibilidade, e representantes das áreas de:

  • Projeto (design)
  • Construção & Montagem
  • Segurança Industrial
  • Movimentação de cargas
  • Solos e estradas
  • Planejamento
  • Transporte, segundo normas e características do local
  • EPC ou a contratada para a Construção & Montagem
  • Operação e Manutenção, quando for uma obra em instalações já existentes (brownfield)

Premissas para uma atuação adequada da equipe:

Definir um membro para secretariar as reuniões, e para providenciar as documentações a serem enviadas para análise pelos componentes.

Compromisso de assiduidade e participação efetiva

Minimizar turn over (rotatividade) da equipe ao longo da VIP Construtibilidade (em todas as suas fases)

VIP Construtibilidade – documentos requeridos

Os documentos abaixo listados referem-se ao início da execução da VIP Construtibilidade, ao longo da fase FEL 2. Outros documentos irão sendo incorporados durante o processo, em FEL 3 e durante a Execução. Deve se garantir acesso antecipado a estes documentos pela equipe, bem como os integrantes da equipe devem ter o compromisso de estudá-los e avaliá-los.

The Construction Crane by 9comeback

  • Termo de Abertura do Projeto (Project Charter)
  • Declaração de escopo
  • Plano de Execução do Projeto (PEP)
  • Cronograma
  • Estimativa de Custos
  • Análise de Risco
  • Plano de Contratação
  • Dados locais (solos, clima, estradas e acessos)
  • Fluxogramas de Processo e Engenharia
  • Lista dos principais Equipamentos
  • Arranjo Geral proposto

VIP Construtibilidade – aspectos a considerar

Young Man Standing On Rock And Looking To Building Construction by khunaspix

  • Qual o histograma de recursos previsto?
  • Quais as características dos maiores equipamentos (peso, forma, dimensões)?
  • Estes equipamentos serão fabricados no local (stick built) ou virão inteiros?
  • Quais e quantos são os acessos?
  • Quais são as restrições de transporte (pontes, passagem sob viadutos, linhas de alta tensão, vias estreitas, cruzamento de vias)?
  • Como é o clima da região?
  • Como é o mercado fornecedor local (mão de obra, equipamentos, guindastes)?
  • Quais interferências identificadas no layout?
  • Quais as características do solo?
  • Onde serão montadas as unidades, e onde estarão os respectivos canteiros de obra?

E muitas outras questões surgirão, com o desenvolver do trabalho. É fundamental a comunicação dos resultados do trabalho da equipe da VIP Construtibilidade para toda a equipe envolvida no Projeto, e é importante que a equipe se mantenha após a fase mais intensa de execução dos trabalhos, para manter um acompanhamento periódico das recomendações do grupo.

VIP Construtibilidade – benefícios esperados

Excavator Machine by Naypong

  • Redução de custo
  • Cumprimento de prazos
  • Melhoria na qualidade
  • Mais segurança
  • Melhor gerenciamento do risco
  • Menos alterações de escopo
  • Menos pleitos

 

Incoming search terms:

  • fel 2 vip
  • o que e vip de construtibilidade
  • vip construtibilidade
  • vips kpg 2013 peso

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • Felipe Ruzo

    Stonner,

    Acredito que uma importante ferramenta utilizada em grandes projetos industriais, de forma a facilitar a VIP Construtibilidade, é o Planejamento 4D.

    Alguns softwares como Autodesk NavisWorks Simulate e Synchro tem sido utilizados pelas EPCistas durante o FEL4, onde a Construtibilidade está sendo revisada/detalhada. Através desta ferramenta é possível identificar com facilidade inconsistências de cronograma e interferências construtivas/interfaces, reportar o status construtivo para Diretoria/Conselho, traçar Planos de Recuperação, entre outras aplicações.

    Gostaria de saber qual a sua visão sobre a aplicabilidade/adequação do Planejamento 4D em grandes projetos industriais e se você conhece casos de aplicação durante FEL2 e FEL3.

    Obrigado.

  • Pingback: blogtek.com.brÍndice de artigos do Blogtek - blogtek.com.br()

  • Muito bom exemplo. A AACE tem uma Recommended Practice sobre constructibility review. Um dos co-autores é da Petrobras.
    Abraço.

  • Obrigado, Aldo!! Abraços!!!

Publicidade

Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

Comente Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17
Gestão da Manutenção

7 desperdícios da produção (Lean Manufacturing)

Comente Stonner 16.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.