Menu

Válvula Gaveta – parte 1

Osmar Leite 15 Comentários 12.04.16 1694 Vizualizações Imprimir Enviar

Hoje começamos uma série de artigos, do nosso colega Osmar Leite, uma das maiores autoridades em válvulas no Brasil. Com esta matéria Osmar se propõe a passear pelos principais modelos de válvulas do mercado fortemente utilizadas no Brasil e no Mundo, com a intenção de criar um canal de pesquisa e esclarecimento para aqueles que tem a necessidade destas informações nem sempre disponíveis, iniciando pela válvula gaveta. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Válvula Gaveta – o que é uma válvula ideal?

É aquela que:

–        Bloqueia  e  controla o fluxo  de um fluido por tubulações ou  vazos de pressão;

–         Quando aberta, oferece a menor resistência possível para que o produto possa fluir;

–        Quando fechada, as vedações não permitem nenhum de vazamento;

–        Resistente à deformação, cargas e vibração na tubulação e ou equipamento que esteja associada;

–        Resistente  à corrosão;

–        Não afetada por partículas erosivas;

–        Resiste a danos de particulas sólidas no fluxo de fluido;

–        Tolera temperaturas extremas ou ciclicas.

Tipos de válvulas variam do simples  de abrir e fechar para sistemas complexos de controle.
-Os tamanhos variam de válvulas minúsculas utilizadas em aplicações aeroespaciais para válvulas enormes utilizadas em gasodutos eindustrias pesando muitas toneladas.
-Pressões de funcionamento podem ser tão elevadas como 100.000 psi ou tão baixas quanto vácuo.
-As temperaturas podem ser tão baixas para serviços criogénicos ou tão elevados como os de metais fundidos.
-Requisitos de vazamento podem ser muito rigorosos, onde até mesmo o mais ínfimo vazamento pode ser desastroso, ou eles podem ser brandos onde a perda estanqueidade é de menor importância.

Classificação das válvulas

As válvulas são classificadas por:

1.      Função

2.     Tipo de acionamento

3.     Modelo do Obturador

 1- Pela Função

·        Válvulas de Bloqueio – Block-valve;

·        Válvulas de retenção – Non-return Valves;

·        Válvulas de controle – Control Valves;

·        Válvulas de segurança – Safety Valves

·        Válvulas de Corte de Emergencia – Shut-off Valves.

2- Tipo de Acionamento

Multi Voltas

Válvula gaveta

Válvulas Macho de Duplo Bloqueio e Alívio

Válvula Globo

Válvula Esfera de Haste Ascendente

Um quarto de Volta
Válvula Esfera
Válvula Borboleta
Válvulas Macho

Sem Retorno – Válvulas de retenção:

A. Obturador modelo Pistão

B. Obturador modelo Esfera

C. Obturador modelo Portilhola

D. Obturador modelo Axial Deslocamento

Nesta série de artigos  iremos iniciar a explorar  o universo de modelos  de Válvulas , começando  pelo modelo  mais conhecido a  Válvula Gaveta (Gate Valve).

Válvula Gaveta

A abertura e o fechamento de uma válvula gaveta são feitos através do movimento do obturador (gaveta ou cunha), este movimento atua perpendicularmente à linha da trajetória de circulação do fluido. São válvulas de bloqueio de líquidos, desde que esses não sejam muito corrosivos nem deixem muitos sedimentos ou possuam grande quantidade de sólidos em suspensão. A principal característica da válvula gaveta está na mínima obstrução à passagem do fluxo do fluido, quando totalmente aberta, não provoca turbulência e seu diferencial de pressão é desprezível.

Vista em corte de uma válvula gaveta

Vista em corte de uma válvula gaveta

A válvula gaveta pertence à categoria Bloqueio, portanto trabalha totalmente aberta ou totalmente fechada, sua restrição causa perda de carga muito elevada, muitas vezes acompanhada de cavitação e violenta erosão e corrosão.

Outra vista em corte de uma válvula gaveta

Outra vista em corte de uma válvula gaveta

Válvula gaveta de grande porte

Válvula gaveta de grande porte

Normalmente a válvula gaveta é empregada em processo onde não há necessidade de operação frequente de abertura e fechamento. Sua movimentação é lenta, comparada a outros modelos de válvula, e o tempo necessário de movimentação desse modelo de válvula é proporcional ao seu tamanho, o que é uma vantagem, porque assim se evita os efeitos de golpe de aríete, devido a paralisação repentina da circulação de um líquido.

Vantagens:

•   A trajetória de circulação do fluido fica reta e desimpedida, com mínima perda de carga.

•   Aplicação para amplas faixas de pressões e temperaturas.

•   Construção em ampla gama de tamanhos.

•   Estanque para qualquer tipo de fluido.

•   Permite o fluxo de fluido em dois sentidos.

Desvantagens:

•   Não pode ser utilizada para regulagem e estrangulamento do fluxo de fluido.

•   Não é indicada para operações frequentes.

•   Ocupa grande espaço devido ao movimento de translação do obturador.

Tabela de normas, descrições e aplicações da válvula gaveta

Tabela de normas, descrições e aplicações da válvula gaveta

Breve, publicaremos mais um post sobre os componentes da válvula gaveta. E em seguida, mais artigos sobre válvulas industriais, escritos por este grande conhecedor do assunto, que nos honra aqui no Blogtek, Osmar Leite. Para saber mais, acompanhe os próximos artigos do Blogtek. Cadastre seu e-mail no topo da página. SEU E-MAIL NÃO SERÁ UTILIZADO POR TERCEIROS.

 

Incoming search terms:

  • aulus moraes
  • valvula gaveta haste ascendente e normal vazar
  • valvulas gaveta com vazento

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Osmar Leite

Funcionário da Petrobras há 30 anos atuando na área de Manutenção, Planejamento, Projetos e Paradas tanto em refinarias, Plataformas e usinas de Biocombustível da Petrobras. Consultor Especialista da Petrobras e autor do livro Válvulas Industriais, editado pela QualityMark.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • Leonardo de Mattos Borges Lins

    Sensacional prof. Osmar Leite e prof. Stonner enriquecendo o universo da Manutenção.
    Quem poderia se unir ao grupo seria prof. Verei que também tem muito a nós ensinar.
    Grande abraço

  • Leonardo de Mattos Borges Lins

    Corrijo. Prof. Verri.

  • Eurilena Passos

    Parabéns, excelente artigo. Prático, bem redigido e muito útil.

  • Decio Dalke Jr

    Verdadeira aula. Parabéns

  • Osmar Leite

    Prezado Décio,

    A cada mês daremos continuidade a este trabalho.
    Nossa intenção é de compartilhar o conhecimento a respeito de todos os modelos de válvulas através do Blogtek.

    Um Grande abraço

    Osmar J.L Silva
    Consultor Técnico

  • Osmar Leite

    Eurilena,

    Obrigado pelo incentivo, nossa ambição de compartilhar o conhecimento é que o mesmo possa ser útil para as pessoas.
    Um grande Abraço

    Osmar J.L. Silva
    Consultor Técnico

  • Osmar Leite

    Leonardo,

    Grato

    Abraço.

    Osmar J.L. Silva

    Consultor Técnico

  • Osmar Leite

    Leonardo,
    O Professor Verri é um Grande amigo e uma inspiração.

    Abraço

    Osmar

  • Joao Carlos

    Parabéns, excelente artigo.

  • Aulus Moraes

    Caro Osmar, parabéns pelo excelente trabalho.
    Caso necessite de algum material adicional em válvulas de controle me avise.
    Saudações

  • Osmar Leite

    Obrigado , Aulus Moraes

  • Raymundo Florêncio Pantoja Filho

    Prezado Professor Osmar Leite, Professor Stonner e demais participantes deste Blog, boa tarde !!!
    Um ótimo artigo, como já disseram, muito útil para o universo da Manutenção e também de Projetos, Preservação, Comissionamento e Condicionamento.
    reparei que nesta Parte 1 foram abordadas as válvulas aplicadas em indústrias mas considero que as válvulas aplicadas em instalações prediais também são importantes de serem mostradas e, neste caso, as válvulas de 1/4 de volta tipo globo e gaveta são consideradas por mim muito importantes para se conseguir uma redução de consumo de água, tão necessária neste momento.
    Um outro aspecto que considero importante é que já existem no mercado reparos adaptáveis para válvulas antigas que poderão transforma-las em válvulas de 1/4 de volta, como as sugeridas pela Blukit, principalmente quando aplicadas em registros de chuveiros pois, com apenas 1/4 de volta, o volume de água que cai do chuveiro é bem menor que o volume que cai enquanto se fecha um registro de chuveiro com múltiplas voltas e isto observado em um condomínio faz uma grande diferença nas taxas de água a serem pagas e consequentemente, na taxa do condomínio.
    Voltando para as válvulas industriais, considero também importante as válvulas a serem aplicadas em linhas cujos fluidos polimerizam, chamadas de CAVIT FREE, assim como as válvulas gaveta aplicadas em linhas de alta pressão que necessitam de By Pass para aliviar a pressão no obturador quando de sua abertura. Neste caso deverá ser observado que, a válvula do By Pass, por ser globo, dará um sentido de fluxo à válvula gaveta, sendo importante observar que, sentidos de fluxos opostos mudarão o posicionamento do volante da válvula gaveta em 180º e interferências com estruturas poderão ser observadas.
    Professor Osmar, espero ter contribuído positivamente com o seu artigo.
    Respeitosamente,
    Raymundo Pantoja
    PACTE.

  • Osmar Leite

    Raymundo,

    Em futuros artigos teremos a oportunidade de falar sobre os assusto por você comentados.

    Um grande Abraço

    Osmar J.L. Silva

  • Osmar Leite

    Caro Décio,

    Nossa ambição de compartilhar o conhecimento para que spossa ser útil para as pessoas.

    Abraço.

    Osmar J.L. Silva
    Consultor Técnico

  • Osmar Leite

    Eurilena,

    A cada mês daremos continuidade a este trabalho.Você já leu as colunas 2 e 3 ?
    Nossa intenção é de compartilhar o conhecimento a respeito de todos os modelos de válvulas através do Blogtek.

    Um Grande abraço

    Osmar J.L Silva
    Consultor Técnico

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Contratos EPC e EPCM – diferenças, vantagens e desvantagens

Comente Stonner 18.09.17
Liderança e Gestão

Diagrama Matricial – uma das sete ferramentas de gerenciamento

Comente Stonner 11.09.17
Gestão da Manutenção

O elo frágil da Gestão de Ativos

Comente Stonner 04.09.17
Gerenciamento de Projetos

Avalie a Comunicação em sua empresa ou organização

Comente Stonner 28.08.17
Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento das Partes Interessadas

Comente Stonner 21.08.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.