Menu

Tipologia de Holland – Personalidades Vocacionais e Estilos Interpessoais

Stonner 6 Comentários 03.07.13 27154 Vizualizações Imprimir Enviar

O assunto Perfis de personalidade, Comportamentos, tem sido frequentemente abordado aqui no Blogtek, dada a sua importância no Gerenciamento de Projetos. Hoje iremos ver a chamada Tipologia de Holland, que interrelaciona as Personalides Vocacionais e os Estilos Interpessoais.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

John Lewis Holland

John L. Holland

John L. Holland

John Lewis Holland, nascido em nascido em 1919 e falecido em 2008, foi um psicológo americano, Professor Emérito de Sociologia na Universidade John Hopkins, que em 1958/59 começou a desenvolver os Temas Ocupacionais, baseado na Teoria das Escolhas Vocacionais. A premissa básica de sua teoria é de que as preferências ocupacionais são uma velada expressão do caráter subjacente do indivíduo. Assim, a escolha de uma vocação é a expressão da personalidade. Holland sugeriu que as pessoas podem ser categorizadas em 6 tipos principais, apesar de reconhecer que um esquema baseado em seis categorias baseado na premissa de que só há seis tipos de personalidade no mundo é inaceitável para o bom senso. Porém, o esquema de seis categorias elaborado por Holland permite subdividir os perfis de personalidades em até 720 diferentes padrões, através de combinações de sub-tipos.

 A Tipologia RIASEC:

A teoria postula que as personalidades e os ambientes de nossa cultura podem ser de seis tipos: realista (R), investigativo (I), artístico (A), social (S), empreendedor (E) e convencional (C). De acordo com J. Holland, indivíduos de personalidades semelhantes criam ambientes físicos e interpessoais característicos que podem ser categorizados através da tipologia acima. Portanto,  o modelo também categoriza os ambientes de trabalho a partir da tipologia RIASEC. A tipologia RIASEC pode ser resumidamente apresentada no hexágono que se segue:
Hexágono de Holland

Hexágono de Holland

Realista:  pouco sociável e carece de habilidade  interpessoal. Aversão a situações ambíguas e carregadas de subjetividade. Sente-se pouco à vontade em situações sociais ou de conteúdo emocional, sendo mais reservado, inflexível e conformista. Possíveis áreas de atuação: engenharia, mecânica, agronomia;

Investigativo: desconfortável diante de emoções intensas e aparenta frieza e alheamento; mais aberto a questões subjetivas e abstratas. A sua  preferência por atividades teóricas e autônomas tende a torná-lo ainda mais independente com  relação a vínculos grupais, e mais centrado em si mesmo. Solitário. Possíveis áreas de atuação: física, biologia, matemática, sociologia;

Artístico: aprecia o contato interpessoal, quando está seguro de poder expressar-se livremente. Senão, é tímido e introvertido. É aberto a estímulos subjetivos e emocionais, capaz de perceber as reações das pessoas através de compreensão empática. Possíveis áreas de atuação: música, artes plásticas, teatro, literatura;

Social: se interessa  pelos vínculos humanos e manifesta sensibilidade e responsabilidade na busca de auxiliar,  orientar, tratar e resolver as dificuldades dos outros. Gosta de se sentir aceito e respeitado em suas atividades, ter a atenção para si através de seu jeito expansivo. Possíveis áreas de atuação: enfermaria, trabalho social, professor;

Empreendedor: gosta das habilidades verbais para a persuasão e controle de outras pessoas. Deseja o poder e ter status. Extrovertido, tem iniciativa e quer assumir a liderança. Possíveis áreas de atuação: gerência, advocacia, política;

Convencional: tende a controlar os afetos e a sentir-se à vontade no âmbito interpessoal somente quando em atividades rotineiras e estruturadas.  Identifica-se com tudo que outorgue status e poder, mas tende a exercer a posição de subordinado. Possíveis áreas de atuação: contabilidade, administração, vendas, organização;

Mais uma vez, o hexágono de Holland ilustra os aspectos mais importantes na tipologia:

 

Aspectos preponderantes na Tipologia de Holland

Aspectos preponderantes na Tipologia de Holland

Resumo da Tipologia de Holland

A tabela a seguir ilustra de forma clara e sucinta as principais características dos seis grupos:

 

Tabela da Tipologia de Holland

Tabela da Tipologia de Holland

 Faça seu teste de Tipologia Holland (é grátis!!)

Se você se interessou pelo assunto, ou se está buscando identificar suas características pessoais para um melhor auto-desenvolvimento, a boa notícia é que, ao contrário dos Testes de Belbin, dos Pontos Fortes, de Myers-Briggs, este é gratuito. Acesse o link: http://personality-testing.info/tests/RIASEC.php.

O site faz a seguinte observação com relação aos testes: All of these tests are provided for educational and entertainment purposes only. They are not clinically administered and as such the results are not suitable for basing important decisions off of. These tests are also not infallible, if the results say something about you that you don’t think is true, you are right and it is wrong.

Leia mais em: http://anicetosabune.blogspot.com.br/2010/10/teoria-das-personalidades-vocacionais-e.html

Incoming search terms:

  • Tipologia de Holland
  • teoria de Holland
  • tipos de personalidade segundo holland
  • RIASEC
  • Desenvolvimento Vocacional - Holand?
  • personalidade vocacional holland
  • Interesses vocacionais de Holland
  • diagrama hexagonal de holland
  • tipologia de interesses riasec
  • Teste de Holland

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

Comente Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17
Gestão da Manutenção

7 desperdícios da produção (Lean Manufacturing)

Comente Stonner 16.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.