Menu

Sete pedras no caminho da Criatividade

Stonner 26 Comentários 04.02.15 3914 Vizualizações Imprimir Enviar

Sete pedras no caminho da criatividade – a criatividade não é necessariamente um dom, uma qualidade inata. Podemos desenvolvê-la, e quando falamos de criatividade, não nos referimos apenas a objetos, mas também a estratégias, planos e gestão. Mas para desenvolver a criatividade, há que evitar os bloqueios, as pedras no caminho.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Sete pedras no caminho da criatividade – Medo da exposição

Certa ocasião, em uma reunião em que seria definida a estratégia de contratação de uma parada, um colega me confidenciou que tinha uma ideia bastante ousada. Incentivei-o a apresentá-la na reunião. O tempo foi passando, o colega não se manifestou, e outro colega colocou mais ou menos a mesma proposta… tinha tido ideia semelhante. A ideia foi aprovada, e todos os méritos ficaram, evidentemente, para aquele que propôs aquela estratégia ousada. Ao perguntar ao colega porque não a tinha apresentado, disse-me: “Fiquei com medo de ser ridicularizado…”, e assim deixou de colher os frutos de sua ideia.

Sete pedras no caminho da criatividade – As regras

As regras!!!! Isto não pode!!! A norma, os procedimentos não permitem!!! Há aquele velho chavão “Normas são uma trilha, e não um trilho”, mas prefiro evocar uma frase que ouvi de um gerente meu, que apreciava muito subverter as regras: “Se fosse para seguir as normas, não precisava de gerente, a faxineira podia conduzir, é só seguir o que está escrito!”

Então, normas podem ser importantes, mas não podem constituir um dogma…elas podem, sim, serem quebradas!

Sete pedras no caminho da criatividade – Não voltar às origens

É muito comum, ao nos depararmos com um problema ser solucionado, buscarmos a solução a partir do “status quo”, da situação atual. Muitas vezes temos que retroceder até a verdadeira origem, e a partir daí, buscar um novo caminho. Um exemplo interessante, oriundo da ficção, está em um dos filmes da série “De volta para o futuro”. Em uma destas idas e vindas entre presente, passado e futuro, o herói Martin McFly, representado por Michael Fox, se depara em um futuro, em uma situação muito ruim, e planeja continuar rumo ao futuro, para buscar contornar a situação a que fora levado. Mas o seu amigo Emmet Brown, o “Doutor”, lhe mostra, se você for ao futuro agora, será o futuro DESTA situação…para sairmos desta enrascada temos que voltar ao passado, para daí voltarmos ao futuro, em outra direção!!! Se não ficou muito claro, alugue o filme, e veja com seus filhos…talvez eles ainda não o tenham visto, mas vale curtir o filme com umas pipocas…

Sete pedras no caminho da criatividade – O julgamento prévio

Tendemos a antecipadamente julgar nossas ideias… e isto certamente cerceia o desenvolvimento das ideias…deixe o pensamento fluir, suspenda seu senso crítico, e vaja onde vai dar…afinal, por enquanto você está só pensando, raciocinando, imaginando…deixe-se levar. Só ao final se permita um julgamento, mas sem ser rigoroso demais.

Sete pedras no caminho da criatividade – Não pensar ao contrário

Criatividade é desafiar como as coisas estão. Então, ao raciocinar, pense pelo lado oposto. Subverta o conceito. Em Matemática se faz muito isto, é um processo reconhecido de demonstração, denominado “Redução ao absurdo”. Um exemplo é a demonstração de que a raiz quadrada de 2  é um número irracional. Supõe-se que ele seja racional, portanto, uma fração de inteiros, e chega-se a uma contradição. Logo, se a raiz quadrada de 2 não pode ser racional, só pode ser…irracional. Então, se um processo sempre foi feito de uma maneira, imagine o que ocorreria se fosse feito de maneira totalmente oposta!

Sete pedras no caminho da criatividade – O líder arrogante

Esta pedra no caminho da criatividade tem os mesmos efeitos do medo da exposição, porém naquele caso, a pedra a ser removida está na pessoa, enquanto aqui a pedra é o líder. Líderes que proclamam: “Isto não vai funcionar”, “Aqui as coisas são diferentes”, “Já tentamos isto”, certamente estão tolhendo a criatividade. Para remover esta pedra, tenha em mente que estes líderes se aferram ao “status quo” por medo, então, seja firme, coloque suas ideias, ainda que seu líder o considere um desafiante…até porque você estará sendo um!!!

Sete pedras no caminho da criatividade – Pensar que há uma única solução

Mesmo que se esteja convergindo para determinada solução, lembre-se que o mundo não é tão determinístico assim. Mesmo na Matemática, a resposta muitas vezes pode ser obtida de diversas maneiras. Então, continue com seu raciocínio, desenvolva sua ideia, ainda que aparentemente se tenha chegado à solução.

Continuaremos a abordar nos próximos artigos do Blogtek aspectos de Liderança e Gestão. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • pedras da criatividade
  • pedra da criatividade
  • status pedra no caminho
  • 7 pedras no caminho da pessoa
  • sete Pedrinhas
  • 20 caminho para criatividade
  • sao apenas pedras pelo caminho
  • pedras criatividade
  • pedra para ser racional
  • pedra para criatividade

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • Olá Rodolfo!

    Ótimo artigo! Parabéns!
    Permita-me apenas uma humilde discordância…
    O tópico sexto: ” O Líder Arrogante”
    Apesar das empreses estarem incluindo a denominação LÍDER em suas grades de cargos e salário, imagino que o LÍDER do texto seja sinônimo de GESTOR…

    Por tradição, a arrogância é uma falha ausente no LÍDER nato…
    O líder, por características particulares pessoais, não poda nem censura as manifestações criativas e pessoais de sua equipe! Pelo contrário, as estimula!
    Gestores que dizem: “Isso não vai dar certo”, “Aqui não fazemos assim” e, até mesmo, “Aqui quem manda sou eu”, não podem ser classificados como LÍDERES… no organograma das empresas, a nomeclatura é valida, porém, conceitualmente, são apenas CHEFES!

    Abs.

    José Marcos G da Silva

  • Clóvis Júnior

    Parabéns, boas reflexões!

  • Olá, José Marcos, a rigor, deveria ter colocado o título de “O Gestor Arrogante”…obrigado!

  • Olá, Clóvis, bem vindo ao Blogtek! Conto com seus comentários e sugestões!

  • Udinei Santana Amral

    Olá Rodolfo!
    É ótimo ver artigos assim de pessoas de bagagem profissional, parabéns!
    Dentre as sete pedras, me familiarizei com o sexto tópico, pois já passei por algo semelhante. E percebi no meu caso que arrogância muitas vezes tem haver com a cultura, orgulho pessoal e despreparação profissional; pois pelo que já estive pesquisando, um chamado líder deve ganhar o seu liderado para poder aí sim usufruir de seu talento. Mas particularmente acho que tirei muito proveito para futuras empresas ao qual irei atuar!

  • alvaro

    A questão da liderança realmente é algo interessante, pois nem todos tem aptidão para liderar e em algumas empresas ficam estigmatizados e “esquecidos”, creio que a definição ideal realmente seja Gestor.
    Trabalhei em Grupos onde os Líderes passavam por programas intensos e caros de liderança, após as dinâmicas, onde se abraçavam e cantavam We Are The World, voltavam ao normal e a vida seguia… Desperdício de tempo e dinheiro por parte da empresa.

  • Muito bom gostei do artigo….

  • Napoleão Ximenes

    Parabéns,muito bom seu artigo
    Fugindo do assunto,você poderia comentar por que a Petrobras cancelou a refinaria do Ceará?

  • Hugo Karam

    Acredito que a falta de criatividade seja a principal causa da crise política-social-econômica mundial para romper esse modelo de desenvolvimento dogmatizado e condicionado onde apenas 1% da população mundial controla metade da riqueza do mundo,
    Quando temos excelente exemplo de criatividade técnico – social da nossa Petrobras, superando a maior produtora de petróleo entre as empresas de capital aberto no mundo, a norte-americana ExxonMobil, e, ainda, a empresa receberá, pela terceira vez, o OTC Distinguished Achievement Award, maior prêmio concedido a uma empresa de petróleo por seu desenvolvimento tecnológico em menos de meio século, associada ao grande projeto de integração de desenvolvimento do país com distribuição de benefícios sociais.
    Posso afirmar que o sucesso da PETROBRAS se deve aos trabalhadores talentosos e criativos dessa empresa com apoio da sociedade brasileira.

  • Antonia Pacheco da Silva

    O tópico sexto: ” O Líder Arrogante”
    O líder arrogante faz um estrago no nosso psicológico. Inibe e bloqueia o que desejamos expor na revisão do controle de qualidade.

  • Cleusa

    Muito legal o texto…. bem instrutivo…

    Parabéns!!!

  • Muito bom, Stonner… deveríamos imprimir esta lista e deixá-la colada em nossos locais de trabalho para sempre lembrar que temos que estar atentos para não deixar estas “pedras” impedirem a criatividade.

  • Moschin

    Caro Stonner, amigos

    Muto interessante o artigo.

    No caminho para a criatividade existem muito mais que sete pedras.
    Para discussão, sugiro mais uma.
    Uma estrutura organizacional departamentalizada, com cultura gerencial militarizada, hierarquizada, ceifa a criatividade das pessoas. São forçadas a pensarem dentro da caixa e se ousarem sair, são punidas.

    abs

  • Debora

    Olá gostei muito das dicas. Gostaria de receber mais.

  • Everaldo Sobral

    Perfeita reflexão, parabéns Caro Rodolfo.

  • Obrigado, Udinei!!!

  • Olá, Álvaro, depende do tipo de treinamento: há treinamentos de formação de liderança (a qual não é necessariamente inata) que são muito bons!

  • Obrigado, Claudemir, bem vindo ao Blogtek!

  • Problemas de fluxo de caixa, basicamente, e falta de parceiros internacionais.

  • Concordo, Antonia. Um líder (ou, como sugeriu um colega, um chefe…líderes não são arrogantes…), então, um chefe arrogante é uma cruz pesada para carregar…

  • Obrigado, Everaldo!

  • Obrigado, Debora. Cadastrarei seu e-mail para que seja sempre informada de novas publicações.

  • Obrigado pelo comentário, Luiz!!!

  • ELPIDIO

    Muito bom e se me permitiria utilizar em minha palestra sobre alcançar o sucesso. Seria muito grato.

  • Obrigado, Elpídio, fique à vontade.

  • Charles

    Dos itens apresentados, acho que a pedra mais pesada de ser removida é o líder arrogante – as vezes é necessário mudar de liderança.

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Síndrome do estudante – procrastinação

Comente Stonner 20.11.17
Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

1 Comentário Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.