Menu

Premissas, restrições, riscos, questões – o que são de fato?

Stonner 5 Comentários 20.06.16 1749 Vizualizações Imprimir Enviar

Premissas, restrições, riscos, questões – estes são termos muito frequentemente usados no gerenciamento de projetos, mas o que realmente significam? São tão comuns que os americanos, os quais ADORAM acrônimos, criaram o termo RAID log (Registro dos Riscos (Risks), Premissas (Assumptions), Questões (Issues), Dependências (Dependencies)) ou então, ainda mais completo CARDI log (Constraints (restrições), Assumptions (premissas), Risks (riscos), Dependencies (dependências) e Issues (questões)). Há também algumas divergências em relação às traduções destes termos. Muitos Gerentes de Projeto julgam Premissa uma tradução errônea de Assumption, sugerem o uso de outro termo, talvez Pressuposto. E a palavra Issue pode ser traduzida como Problema ou Questão. Seguimos aqui a terminologia do PMBoK Guide, versão em Português. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Premissas, restrições, riscos, questões – definições e exemplos de restrições

Uma restrição é uma barreira ou limitação já presente e visível, e estará presente durante todo o ciclo do projeto. Seus efeitos no projeto ou em seu planejamento ou execução estão for a de discussão.

Restrições são limitações fora do controle do projeto. O projeto precisa ser gerenciado levando em conta estas restrições.

Segundo o PMBoK Guide (Glossário):

Um fator limitador que afeta a execução de um projeto, programa, portfólio ou processo.

Exemplos:

Apenas 10% do orçamento estarão disponíveis este ano.

Não há na equipe de projeto nenhum especialista nas peculiaridades tributárias deste empreendimento.

A contabilidade do projeto tem que atender a lei Sarbane-Oxley.

Premissas, restrições, riscos, questões – definições e exemplos de premissas

Premissa é algo assumido como verdadeiro para fins do projeto.

Segundo o PMBoK Guide (Glossário):

Um fator do processo de planejamento considerado verdadeiro, real ou certo, sem necessidade de prova ou demonstração.

Exemplos:

Premissas, restrições, riscos, questões

Premissas, restrições, riscos, questões

Atingiremos 60% do Mercado no primeiro ano de operação.

O projeto executivo estará concluído em seis meses.

Os quantitativos de projeto estarão definidos quando da emissão dos convites para as licitantes.

Premissas, restrições, riscos, questões – definições e exemplos de riscos

Risco é qualquer evento específico que pode ocorrer e trazer um impacto (positivo ou negativo) no projeto.

Risco é a possibilidade de ganhar ou perder algo de valor.

Leia aqui no Blogtek: Gestão de Risco: questões fundamentais, Análise Qualitativa de Risco, Análise Quantitativa de Riscos, Análise Quantitativa de Riscos – prazo.

Segundo o PMBoK Guide (Glossário):

Risco é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, terá um efeito (positivo ou negativo) em um ou mais objetivos do projeto.

Exemplos:

Premissas, restrições, riscos, questões

Premissas, restrições, riscos, questões

Há muitas obras de grande porte prevista nesta região, ocorrendo simultaneamente, e podemos ter dificuldade em conseguir guindastes de grande porte.

Se o projeto concorrente ao nosso conseguir concluir antes do nosso prazo, perderemos mercado.

Premissas, restrições, riscos, questões – definições e exemplos de questões

Uma questão é qualquer ocorrência em seu projeto com a qual você tenha que lidar para garantir que o projeto evolua. Questões diferem de riscos porque já existem como problema, não são ameaças futuras.

Uma questão é um risco que não pode ser gerenciado pelo Gerente de Riscos ou Gerente de projetos e precisa ser levado ao Conselho do Projeto (Alta Administração).

Esta definição é da APM – Association for Project Management – organização britânica, a qual difere da definição dada pelo PMBoK Guide.

Segundo o PMBoK Guide (Glossário):

Um ponto ou um assunto em discussão ou em disputa ou um ponto ou um assunto que não está resolvido e está sob discussão ou sobre o qual existem pontos de vista opostos ou desacordos.

Exemplos:

A contratada entrou com um pleito, solicitando pagamentos adicionais.

Nosso especialista em CAD pediu demissão.

A cada semana, estaremos publicando novos artigos sobre Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção, e tópicos de Liderança e Gestão.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

 

 

 

 

 

 

Incoming search terms:

  • 7 PREMISSAS/RESTRIÇÕES BÁSICAS DO PROJETO
  • exemplos de restrições de um projeto
  • mensagem de premissas
  • quais as sete restricoes pmbok

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • DILMA BALBI

    Valeu mestre!
    Alinhar conceitos é um facilitador na equipe.
    Partimos, muitas das vezes, de “pressupostos” de que todos entendemos os conceitos do mesmo modo e, ao desenrolar das ações, nos damos conta da quantidade de ruídos existente.
    Obrigada por simplificar!
    Abs

  • Bom dia, Dilma!!!! Sempre um prazer ler seus comentários!!!

  • Luiz Fernando Figueiredo

    Muito bom,
    Este tipo de iniciativa é para mim, muito importante para que os participantes de um empreendimento não só alinhem os seus conhecimentos, mas tenham condição de fazer os conceitos chegarem em todos os níveis, do Gerente ao colaborador de mão de obra direta de forma mais simples e objetiva.

  • Concordo, Luiz Fernando, é importante que TODOS na equipe de projeto estejam alinhados! Seja bem vindo ao Blogtek!

  • Pingback: blogtek.com.brSimulando Hipóteses em um Cronograma (aplicação de Premissas) - blogtek.com.br()

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Contratos EPC e EPCM – diferenças, vantagens e desvantagens

Comente Stonner 18.09.17
Liderança e Gestão

Diagrama Matricial – uma das sete ferramentas de gerenciamento

Comente Stonner 11.09.17
Gestão da Manutenção

O elo frágil da Gestão de Ativos

Comente Stonner 04.09.17
Gerenciamento de Projetos

Avalie a Comunicação em sua empresa ou organização

Comente Stonner 28.08.17
Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento das Partes Interessadas

Comente Stonner 21.08.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.