Menu

Prazo, Custo e Qualidade – Boston Big Dig

Stonner 7 Comentários 11.05.14 7320 Vizualizações Imprimir Enviar

Prazo, Custo e Qualidade: o Big Dig (a Grande Escavação). Recentemente, publicamos aqui no Blogtek artigo sobre a Opera de Sidney, exemplo de megaprojeto em que o prazo, custo e escopo foram seriamente prejudicados ao longo do Projeto. Hoje veremos um projeto com problemas muito similares, ocorrido em Boston, nos Estados Unidos. Para ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui em “Assine o Blogtek”. SEU E-MAIL NÃO será usado por terceiros.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Prazo, Custo e Qualidade – o caso do Boston Big Dig

Atualmente, a cidade do Rio de Janeiro vive um período de grandes obras (Transcarioca, Transolímpica, Transoeste, a derrubada da Perimetral), e muitas crítica têm sido feitas. Sem entrar no mérito específico do caso carioca, iremos aqui relatar e analisar outro grande projeto urbano, também alvo de muitas críticas, na cidade de Boston.

Prazo, Custo e Qualidade – o Projeto do Boston Big Dig

Boston Big Dig - vista da construção

Boston Big Dig – vista da construção

A cidade de Boston foi criada a partir de um grupo de religiosos (puritanos ingleses) que se estabeleceram no local em 1630. Possui hoje cerca de 5,8 milhões de habitantes em sua área metropolitana.

O Central Artery/Tunnel Project, popularmente conhecido como “Big Dig”, começou a ser planejado em 1982, em função dos problemas de trânsito da cidade. O projeto consistiu em um túnel de 5,6 quilômetros sob o centro da cidade, outro túnel ligando o centro ao Aeroporto, uma ponte sobre o Charles River, e uma rodovia expressa.

A fase de construção começou em 1991, com previsão de término em 1998, porém foi concluído apenas em 2007!!!!

O custo previsto era US$ 2,8 bilhões, em 1982, o que corresponde, feitos os ajustes da inflação (sim, lá também existe..) a US$ 6,0 bilhões de 2006. Porém, os custos ao final do projeto foram de US$ 22 bilhões, comprometendo o orçamento da cidade até 2038!! Este valor, feitos os ajustes, corresponde ao triplo do custo do Canal do Panama.

Boston Big Dig - vista da  ponte estaiada (a maior do mundo)

Boston Big Dig – vista da ponte estaiada (a maior do mundo)

Prazo, Custo e Qualidade – as dificuldades do Boston Big Dig

Boston Big Dig - a construção

Boston Big Dig – a construção

  • O Governo, em seu planejamento inicial, tinha um conceito em mente, que diferia bastante do almejado pela população. Houve uma série de dificuldades políticas para a aprovação, o que gerou também dificuldades na obtenção do financiamento.
  • O porte do Projeto era muito grande e houve necessidade de dividir o projeto em uma serie de subprojetos, a cargo de diferentes empreiteiras, o que aumentou muito o número de interfaces.
  • Havia um enorme número de linhas de utilidades (eletricidade, água, esgoto, telefonia) no subsolo, e muitas não mapeadas (não fora feito os “as built”…) o que criou maiores dificuldades à execução.
  • Inúmeros problemas ambientais dificultaram o licenciamento. Posteriormente, durante a construção, houve diversos achados arqueológicos os quais contribuíram para o atraso.
  • Ao longo do trajeto havia uma série de linhas de metrô.
  • A construção teve que ocorrer concomitantemente à vida normal da cidade, causando problemas de tráfego e interfaces.
  • O projeto original da ponte foi embargado pela cidade vizinha, Cambridge, sob alegação de que era muito feia. Muito debate ocorreu antes da aprovação do novo projeto, que resultou na maior ponte estaiada do mundo (cabel-stayed, de onde deriva a palavra estai)
  • Ao final da construção, foram constatadas diversas falhas de projeto, que resultaram em inundações das partes subterrâneas e diversas infiltrações, tendo ocasionado inclusive a queda de um trecho do teto, causando uma vítima fatal.
  • A má qualidade dos materiais utilizados comprometeu resultados e levou a inúmeras denúncias de corrupção (sim, isto também existe lá…)

Breve, publicaremos mais artigos sobre megaprojetos, os quais também extrapolaram os limites da tripla restrição, alguns dos quais foram fracassos retumbantes, e outros que sobreviveram e se tornaram marcos da Engenharia. Pra ser notificado dos novos artigos, cadastre seu e-mail em “Assine o Blogtek”. SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • big dig
  • BRB ig com br
  • big dig boston
  • mega projeto biguidine boston
  • engenheiros boston
  • informacoes sobre o tubel big dig
  • o big dig engenheiro responsavel
  • orçamento do túnel de Boston
  • ponte big boston
  • ponte big dig em biston

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

Comente Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17
Gestão da Manutenção

7 desperdícios da produção (Lean Manufacturing)

Comente Stonner 16.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.