Menu

Pirâmide de Maslow

Stonner 14 Comentários 16.02.16 2195 Vizualizações Imprimir Enviar

Pirâmide de Maslow: apesar de um conceito bem conhecido, e até intuitivo, de que há necessidades e valores os quais necessitamos que sejam atendidos, e para diferentes pessoas esta escala de necessidades é diferente, é necessário ao gestor se aprofundar e melhor entender estes conceitos.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

 

Pirâmide de Maslow: conceitos iniciais

 Abraham Maslow (1908 – 1970) foi um psicólogo norte-americano, que no final de sua vida muito contribuiu para a psicologia humanista, ligada à satisfação das necessidades humanas. Neste contexto, criou a figura da pirâmide que leva seu nome, baseado no conceito de hierarquia das necessidades, até o atingimento da auto-realização plena.

Nesta pirâmide, Maslow coloca na base as necessidades mais primordiais, mais urgentes e indispensáveis, até a auto-realização, em seu topo. Não se pode atingir determinado nível da pirâmide sem ter atingido os níveis anteriores. Segundo suas próprias palavras: “… à medida que os aspectos básicos que formam a qualidade de vida são preenchidos, podem deslocar seu desejo para aspirações cada vez mais elevadas.”

Pirâmide de Maslow: visualização

Vemos abaixo a representação gráfica da Pirâmide de Maslow:

Pirâmide de Maslow

Pirâmide de Maslow

Vamos analisar cada degrau desta pirâmide:

1 – Necessidades fisiológicas:

Na base da pirâmide, estão as necessidades mais básicas de qualquer ser humano, tais como água, comida, ar, sexo… a falta destas necessidades nos torna aborrecidos, irritadiços, amedrontados, e estes sentimentos levados à coletividade podem provocar guerras e massacres.

2 – Necessidades de segurança:

No segundo nível da pirâmide, encontramos as necessidades que nos trazem segurança, tais como segurança no lar (sabermos que não seremos despejados), a segurança no trabalho e na saúde (quando aumenta o desemprego este nível de necessidade fica abalado).

Nos recentes episódios de fuga de multidões da África em direção à Europa, ocasionando milhares de mortes no Mediterrâneo, bem como episódios similares ocorrendo no Sudeste Asiático, fica claro que estes movimentos são levados devido ao não atendimento destas necessidades básicas.

refugees

Sem querer entrar no debate político, nos casos de imigração de mexicanos, guatemaltecos, hondurenhos e oriundos de outros países da América Central, percebe-se também este viés, ao contrário dos fugitivos cubanos, os quais buscam o atendimento de necessidades situadas mais acima na Pirâmide de Maslow.

3 – Necessidade de amor e relacionamento (necessidades sociais):

O ser humano é um ser gregário (vive em comunidade), daí a necessidade de ser aceito, de pertencer a um grupo, de ter uma identidade, não ser apenas mais um na multidão. Esta necessidade de agrupamento é o terceiro nível da pirâmide.

4 – Necessidade de status:

O ser humano tem necessidade de reconhecer suas próprias capacidades, e de ser reconhecido por outras pessoas, ter amor próprio, perceber orgulho e admiração de sua família, de seus pares, da sociedade, ser respeitado.

Observe que o atendimento a esta necessidade é um fator motivacional. As anteriores NÃO são fatores motivacionais, são denominados fatores higiênicos, ou seja, sua falta leva à desmotivação, mas sua presença não motiva. Este é um erro frequente do gestor: “Não sei porque minha equipe está desmotivada, eles ganham bem!”

5 – Necessidade de auto-realização:

Este é o topo da pirâmide, onde o indivíduo consegue a plena realização, aproveitando seu potencial, fazendo o que gosta, controlando plenamente suas ações.

É uma necessidade nunca saciada, pois uma vez atingidas as metas, novos anseios e aspirações se formam.

Estamos sempre publicando artigos sobre Liderança e Gestão, Gerenciamento de Projetos, Gestão da Manutenção. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

 

Incoming search terms:

  • piramide de Maslow
  • à medida que os aspectos básicos que formam a qualidade de vida são preenchidos podem deslocar seu desejo para aspirações cada vez mais elevadas o que essa colocaçao quer dizer
  • Abraham Maslow (1908-1970) foi um psicólogo norte-americano conhecido pela Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas ou a Pirâmide de Maslow Foi um psicólogo de referência na Psicologia Humanista
  • auto realização piramide

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • Gerson Nakano

    Esse é o Stonner, engenheiro e psicólogo, note-se que na pirâmede de Maslow o indivíduo mesmo estando num determinado nível pode descer ou subir na pirâmede, via de regra o ser humano procura o ápice.

  • Jonas de Almeida

    Parabéns! Ótimo post. Embora seja uma assunto bem batido não colocamos em prática o básico que é estudar o que já foi comprovado cientificamente e é sempre bom nos reciclar.

    Sucesso!

  • Elizeu Oliveira

    Prezado Stonner,

    como profissional de Gerenciamento de Projetos, atuando nesta área desde 1997 (até mesmo antes, quando ainda estagiava), tenho testemunhado e sentido na própria pele o quando esta Pirâmide de Maslow é verdadeira.
    Em 2008 eu trabalhava na então UN-BS, ainda como consultor externo, onde atuava com grande nível de satisfação pessoal, tendo atingido elevados níveis de realização profissional e até o momento financeira também. No entanto, em meados de 2008 eu dei ouvidos ao “canto da sereia” e aceitei um convite para retornar ao Rio de Janeiro, em um projeto que me parecia bastante desafiador e interessante e com uma remuneração bem acima do que eu percebia até então.
    Resolvi aceitar este convite e de tudo o que me foi oferecido, apenas a remuneração era real. Realmente passei a ganhar muito mais dinheiro do que antes, porém os outros níveis da pirâmide começaram a sofrer um tal nível de degradação que nem mesmo a satisfação financeira conseguia me trazer aos níveis de auto-realização que havia atingido quando ainda etsva na UN-BS.
    Este processo só veio a ser interrompido, quando finalmente aceitei que o sucesso financeiro não era suficiente para manter minha satisfação em outros níveis pessoais e assim, consegui sair daquela situação, que estava até mesmo mexendo com a minha saúde psicológica.
    Faço este comentário/testemunho, para que tantos quantos dele tomarem conhecimento, se apoderem dos ensinamentos nele encerrados e possam analisar as oportunidades que aparecem em suas carreiras sob as mais diversas dimensões.

    Um abraço,

    Elizeu Oliveira

  • Elizeu, mmmuuuuuiiiitttoooo obrigado pela contribuição, que não foi apenas um comentário!!!

  • Obrigado, Jonas!! Bem vindo ao Blogtek!

  • Obrigado, Nakano!!! Depois de minha longa adaptação aos desafios da RNEST, estou voltando à ativa no Blogtek!

  • Ana Lucia Vieira

    Chefe, pelo que percebi, a Teoria da Pirâmide de Maslow, considera apenas os eventos motivacionais internos. Entendo que influências externas, a exemplo da família, sociedade e/ou organização profissional, também contribuem como elementos motivadores para o alcance da satisfação, impelindo o indivíduo a alçar etapas subsequentes… Está correto?

    Retornou à ativa em grande estilo e com tema profundo.

    Um grande abraço.

  • Ana Lúcia, que grande alegria vê-la visitando o Blogtek!!! Sim, você tem toda razão, há fatores internos à Empresa, mas há fatores externos de grande relevância!!! Seja sempre muito bem vinda!!!

  • Stephany

    Que belo artigo, Stonner. Como estudante sempre estou em busca dessa auto realização, atrás de projetos, iniciações, organização de workshops etc. Muitos quebrei a cara, pensando q seria feliz fazendo aquilo, mas em compensação poucos me deram e me dão muita satisfação. Não vejo a hora de poder me realizar sendo mao de obra ativa para esse meu país!
    Otimo texto, otimo testemunho do Elizeu!
    Que saudade do seu blog haha
    Até mais

  • Obrigado, Stephany!!! Fico feliz por sua manifestação de saudades, e espero poder dar continuidade a partir de agora… vida retomando os eixos após diversas mudanças no campo profissional!!!

  • Moschin

    Caro Stonner.

    Muito interessante o artigo sobre a piramide de Maslow e por trazer um assunto tão importante em discussão.
    Somos uma sociedade tecnicista e as empresas, de um modo geral, dão pouca importância ao ser humano, a base de tudo
    abs

  • Obrigado, Moschin!!!

  • Luiz Carlos Ramos Cruz

    Quanto tempo Professor Stonner ?!
    Mas valeu esperar. Este artigo veio de encontro a uma necessidade que acabou de surgir….
    Atc.,
    Luiz Carlos

  • Pingback: blogtek.com.brLiderança centrada na ação – John Adair - blogtek.com.br()

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Contratos EPC e EPCM – diferenças, vantagens e desvantagens

Comente Stonner 18.09.17
Liderança e Gestão

Diagrama Matricial – uma das sete ferramentas de gerenciamento

Comente Stonner 11.09.17
Gestão da Manutenção

O elo frágil da Gestão de Ativos

Comente Stonner 04.09.17
Gerenciamento de Projetos

Avalie a Comunicação em sua empresa ou organização

Comente Stonner 28.08.17
Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento das Partes Interessadas

Comente Stonner 21.08.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.