Menu

Minimização de Resíduos – VIP

Stonner 7 Comentários 26.11.14 1829 Vizualizações Imprimir Enviar

Minimização de Resíduos – com as crescentes e irreversíveis exigências ambientais, cada vez mais esta VIP se torna mais importante. Já abordamos aqui no Blogtek o que são as VIP’s (Value Improvement Practices – Práticas de Incremento de Valor), e já abordamos algumas VIP’s específicas: Construtibilidade, Customização de Normas e Parada de Manutenção. Hoje vamos falar sobre esta importante VIP. Breve, descreveremos outras VIP’s em detalhe.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Minimização de Resíduos – contexto

Minimização de Resíduos - Minamata

Minimização de Resíduos – Minamata

Em 1956, alguns pacientes se apresentaram nos hospitais de Minamata, no Japão, com alguns sintomas que confundiram os médicos. Não correspondiam tipicamente a nenhuma doença catalogada. Estes quatro pacientes faleceram, e foram surgindo outros pacientes, com quadros graves, muitas vezes levando à fatalidade. Buscando uma causa comum, identificou-se que todos eram intensos consumidores de peixes e crustáceos. Estudos posteriores detectaram que a fauna marinha da região estava contaminada com níveis altíssimos de mercúrio, resultado dos resíduos de uma empresa que fabricava PVC e acetaldeído, usando um catalisador a base de mercúrio.

Fato estarrecedor é que os resíduos vinham sendo despejados na baía de Minamata desde 1930, e a evolução foi lenta, só vindo a se manifestar em 1956, quando milhares de pessoas já haviam sido contaminadas.

O mercúrio, muito utilizado em certas indústrias, também no garimpo de ouro e nas lâmpadas fluorescentes, causa intoxicação do sistema nervoso central. O uso do mercúrio em lâmpadas fluorescentes evidencia o cuidado que devemos ter em seu descarte.

Minimização de Resíduos - Erin Brockovich

Minimização de Resíduos – Erin Brockovich

Outro evento de combinação ambiental bastante conhecido está apresentado no filme “Erin Brockovich – uma mulher de talento”, estrelado por Julia Roberts, filme que retrata a luta de uma advogada contra uma empresa de energia que contaminou os lençóis freáticos da região causando inúmeras doenças, inclusive cânceres.

Minamata foi um ponto de virada na preocupação com resíduos ambientais. A partir de lá, as restrições ambientais tem-se tornado cada vez mais rígidas.

 

Minimização de Resíduos – VIP

Esta prática de incremento de valor é o estudo a ser feito, acompanhando os fluxos do processo, avaliando quais resíduos são gerados, quais poderiam ser eliminados ou reduzidos, ou, possivelmente, serem transformados em subprodutos comercializáveis. É uma alternativa atrativa ao viés usual e arcaico de tratar os resíduos ao final do processo.

Alternativas avaliadas ao percorrer o fluxo de processo:

  • Substituição ou purificação das matérias primas
  • Substituição de produtos auxiliares (inibidores de corrosão, catalisadores)
  • Mudança no processo
  • Mudança no arranjo de tubulações e equipamentos
  • Mudanças nas condições operacionais

Vantagens obtidas com a aplicação desta VIP:

  • Minimização dos impactos à saúde e ao meio ambiente
  • Maior facilidade na obtenção do licenciamento ambiental
  • Redução no consumo de água e energia
  • Métodos mais seguros de disposição final dos resíduos

Minimização de Resíduos – como aplicar?

De acordo com o IPA (Independent Project Analysis), cerca de 23% dos projetos utilizam esta VIP, e esta VIP pode trazer até 5% de redução nos custos, e até 4% de redução no prazo, porém estes não são os fatores mais relevantes para a escolha desta VIP.

Esta VIP deve ser selecionada quando há significativa geração de resíduos, e quando o projeto está sendo implementado em área ambientalmente sensível.

O processo desta VIP é, como usualmente é feito para as demais VIP’s, através de um Grupo de Trabalho ou Força-Tarefa, constituído de 5 a 6 pessoas, incluindo o Gerente de Projeto, com poder de decisão em caso de indefinições, um Facilitador, com experiência em Gestão Ambiental, e representantes da área de Projeto (design) e Operação, para facilitar a análise dos fluxogramas de processo.

Esta equipe, ao avaliar os fluxogramas de processo, irá identificar os pontos de geração potencial de resíduos, e definirá ações de minimização de resíduos.

Outras VIP’s serão abordadas em detalhes nos próximos artigos do Blogtek. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • José Donizeti

    Muito bom Rodolfo! Venho a algum tempo pesquisando o descarte de resíduos de solventes e suas embalagens, mais especificamente o, meteil etil cetona. Que é muito usada na empresa onde trabalho. Mesmo pesquisando no próprio fornecedores os mesmos não dão orientação de seu descarte. Dizem que tem que seguir normas ambientais desacordo com o local. Essa não informação do fornecedor dificulta um entendimento até mesmo de normas internas da empresa e do município quanto à descarte desses resíduos. E como desenvolver um projecto? Obrigado mais uma vez por um ótimo trabalho de informação!
    José Donizeti Lázaro.

  • Obrigado, Donizeti! Também já trabalhei com este tipo de produto nas unidades de lubrificantes! Muito danoso para as funções hepáticas!

  • Guilherme

    Olá, gostaria de ter mais informações sobre esse assunto. Você teria algum material extra para compartilhar?

    Att.

    Guilherme

  • Marco Moutinho

    Bom;Esta prática de incremento de valor é o estudo a ser feito, acompanhando os fluxos do processo, avaliando quais resíduos são gerados, quais poderiam ser eliminados ou reduzidos, ou, possivelmente, serem transformados em subprodutos comercializáveis. É uma pratica Inovadora no processo de desenviolvimento de produtos; pois requer muitos dados com o lugar onde se encontra; Esses dados podem ser tanto nas legislações especificas quanto nas normas e diretizes de cada empresa.

  • Guilherme, não tenho muito material, muito do que coloco é por experiência pessoal. De qualquer forma, mandei o que tenho para seu e-mail.

  • Correto, Marco, obrigado pela contribuição. É uma VIP cada vez mais importante, com o aumento das exigências ambientais.

  • Pingback: blogtek.com.brSimplificação de Processos - VIP - blogtek.com.br()

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Contratos EPC e EPCM – diferenças, vantagens e desvantagens

Comente Stonner 18.09.17
Liderança e Gestão

Diagrama Matricial – uma das sete ferramentas de gerenciamento

Comente Stonner 11.09.17
Gestão da Manutenção

O elo frágil da Gestão de Ativos

Comente Stonner 04.09.17
Gerenciamento de Projetos

Avalie a Comunicação em sua empresa ou organização

Comente Stonner 28.08.17
Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento das Partes Interessadas

Comente Stonner 21.08.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.