Menu

Contratos EPC e EPCM – diferenças, vantagens e desvantagens

Stonner Comente 18.09.17 1514 Vizualizações Imprimir Enviar

Contratos EPC e EPCM – Contratos EPC e EPCM – diferenças, vantagens e desvantagens: a atividade de contratação é vital no Gerenciamento de Projetos, e temos aqui no Blogtek publicado diversos artigos sobre o tema, com destaque para Estratégia de Contratação e Regimes de Contratação. Hoje iremos destacar as diferenças entre estes dois tipos de contratos, com siglas muito parecidas, porém características muito distintas. Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui abaixo, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Contratos EPC e EPCM – diferenças

Ao longo da evolução dos projetos (empreendimentos) de elevada complexidade, os contratantes (proprietários = owners) abandonaram o conceito de contratar a engenharia, comprar os materiais e equipamentos, e posteriormente contratar a construção e montagem. Esta forma de conduzir mega-empreendimentos gerava inúmeras interfaces, dilatava os prazos, em função da multiplicidade de contratos, e obrigava a empresa contratante a ter um numeroso quadro de fiscais e gestores.

Então, surgiu a modalidade EPC, cujo acrônimo significa Engineering (projeto, design), Procurement (compras, aquisições) e Construction (construção), em que após uma licitação, em nível estatal ou privado, é selecionada uma empresa que será responsável por todas estas etapas.

Não obstante, o alto nível de risco transferido para a Contratada (em Inglês, Contractor; em Espanhol, Contratista) eleva consideravelmente o custo para o Cliente (em Inglês, owner, cliente; em Espanhol, cliente, empleador). É o custo do conforto e da segurança…

Por conta deste elevado custo, muitas empresas cliente estão migrando para contratos EPCM. Apesar do acrônimo muito parecido, na realidade este significa: Engineering (projeto, design), Procurement (compras, aquisições) e Construction Management (gerenciamento da construção). Alguns autores se referem a Contract Management. Ou seja, este contrato não realiza a Construção, porém o Gerenciamento da Construção. E, a partir do desenvolvimento do projeto, fará a contratação (na realidade, prepara a documentação para a contratação – tipicamente a contratação é feita pelo cliente, e o gerenciamento pelo EPCM).

Contratos EPC e EPCM – características

Os contratos EPCM são mais recentes no mercado, e isto é bem ilustrado pelo fato de que não há modelos de contrato EPCM fornecidos pela FIDIC. O que mais se aproxima, para ser adequado a um contrato EPCM, é o Silver Book da FIDIC.

Tipicamente, as habilidades e responsabilidades contratuais do contratado via EPCM são:

– Projeto detalhado

– Estimativa de custo para orçamentação do contrato de Construção e Montagem

– Macroplanejamento da obra e estimativa da duração

– Gerenciamento das aquisições e do contrato de Construção e Montagem

– Gestão das interfaces entre eventuais contratos de construção e montagem

Vemos a seguir as estruturas relacionais dos contratos EPC e EPCM.

 

Contratos EPC e EPCM

Contratos EPC e EPCM: a estrutura do EPC

Contratos EPC e EPCM

Contratos EPC e EPCM: a estrutura do EPCM

Contratos EPC e EPCM – vantagens e desvantagens

Vantagens do EPC:

·       Único responsável por projeto, compras e construção e montagem

·       Menor risco para o cliente

·       Maior certeza com relação a custo e prazo

·       Maior garantia de qualidade para o cliente

·       Tendência a menos pleitos

Desvantagens do EPC:

·       Necessidade de requisitos muito bem especificados pelo cliente

·       Pouca flexibilidade (é difícil e custoso modificar requisitos)

·       Tendência a alto custo, pelo risco associado pelo contratado EPC

Vantagens do EPCM:

·       Início mais cedo, pois o FEED será desenvolvido pela contratada EPCM

·       Maior facilidade para realizar fast tracking entre as fases de projeto e aquisição (esta gestão será feita pela contratada EPCM)

·       Menor custo, pois o risco não é totalmente transferido para a contratada

·       Maior controle do projeto pelo cliente (através de seu representante EPCM)

Desvantagens do EPCM:

·       Maior risco para o cliente

·       Maior incerteza com relação a prazo e custo (contratação do EPCM sem FEED, portanto sem adequada estimativa de quantidades)

·       Maiores interfaces e dificuldade em atribuir responsabilidades

·       Tendência a surgimento de mais pleitos, pela quantidade de atores e interfaces envolvidos, além da relação contratual não ser a mesma da relação gerencial

Estamos sempre publicando artigos sobre Liderança e Gestão, Gestão da Manutenção e Gerenciamento de Projetos, bem como vídeos em nosso canal do Youtube, acesse aqui.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui abaixo, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

 

 

Incoming search terms:

  • contratos mail
  • nãoobstante mail

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Síndrome do estudante – procrastinação

Comente Stonner 20.11.17
Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

Comente Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.