Menu

Análise Quantitativa de Riscos

Stonner 4 Comentários 01.12.13 5485 Vizualizações Imprimir Enviar

Recentemente publicamos aqui no Blogtek uma série de artigo sobre Gerenciamento de Riscos: Conceitos, o Planejamento do Gerenciamento de Riscos, Identificar os riscos, Análise Qualitativa dos Riscos (ao acessar este último artigo, não deixe de baixar gratuitamente uma planilha que contempla a Identificação de Riscos, a Análise Qualitativa e o Plano de resposta aos riscos), e iremos agora aprofundar a análise dos processos que compõem o Gerenciamento de Riscos. Hoje iremos abordar o processo Elaborar  a Análise Quantitativa dos Riscos.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Análise Quantitativa de Riscos – Conceitos

Já identificamos os riscos, avaliamos qualitativamente estes riscos, vislumbramos algumas abordagens possíveis, tais como Evitar, Transferir, Mitigar, Aceitar (passivamente ou ativamente), porém é necessário QUANTIFICAR estes riscos. Quais são os impactos que terão no prazo e no custo?

Esta é uma etapa fundamental, pois além do orçamento do projeto, baseado na análise dos custos envolvidos, há que se prever as reservas de contingência, para podermos lidar com estes custos possíveis.

“A Gerência de Risco não diz respeito a decisões futuras e sim ao futuro de decisões presentes”. Charette, Robert;    http://www.itabhi.com/bio.htm

Análise Quantitativa de Riscos – Ferramentas

Levantamento de dados:

Entrevistas

A partir da Lista de Riscos Identificados, e da Análise Qualitativa de Riscos, selecionamos  os stakeholders  mais representativos, mais afetos a cada risco identificado e priorizado, para que sejam entrevistados no sentido de buscarmos uma quantificação do impacto, em termos de custo e/ou prazo.

Distribuições probabilísticas

Como os valores obtidos são distribuídos é um aspecto vital para uma adequada análise de risco, e esta não é uma tarefa fácil. O uso das ferramentas estatísticas é relativamente fácil, porém muitas vezes idealizar a forma com que os dados se distribuem é muito mais complexo. Breve, publicaremos um artigo no Blogtek sobre Distribuições Estatísticas. Cadastre-se em Assine o Blogtek, para ser informado dos próximos artigos.

Muito frequentemente, o resultado obtido através das Entrevistas com os stakeholders, ou através de Parecer de Especialistas,  são dados tais como o cenário mais otimista, o cenário mais pessimista, e o cenário mais provável. Esta informação é chamada de distribuição triangular.

Técnicas de Modelagem

Análise de Sensitividade

Normalmente, um impacto de custo ou prazo tem diversos componentes, diferentes inputs. Evidentemente, devemos dar maior importância, análise mais aprofundada, aos parâmetros que mais afetam o impacto de prazo e/ou custo. Para tal, mantendo-se constantes os demais parâmetros, varia-se um determinado parâmetro ao longo de sua amplitude, mensurando os efeitos sobre custo/prazo. Os resultados desta análise de sensibilidade são usualmente plotados em gráficos como os da figura abaixo, denominados em função de seu aspecto, de gráficos “tornado”.

Análise Quantitativa de Rscos - Gráfico Tornado

Análise Quantitativa de Rscos – Gráfico Tornado

Análise do Valor Monetário esperado

Em outro artigo do Blogtek, “Árvore de Decisão”, apresentamos o conceito de Valor Monetário Esperado. O Valor Monetário Esperado é obtido através do produto da probabilidade de ocorrência de um determinado impacto, pelo seu valor monetário:

Análise Quantitativa de Riscos - Valor Monetário Esperado

Análise Quantitativa de Riscos – Valor Monetário Esperado

Os impactos de custos decorrentes dos riscos do Projeto devem ser considerados na Linha de Base do Orçamento, porém não com seu valor total, e sim pelo somatório dos Valores Médios Esperados.

Modelagem e simulação

A simulação é realizada através do método Montecarlo, onde os parâmetros de entrada são variados aleatoriamente, registrando-se os impactos de custo/prazo, os quais serão tanto mais realistas quanto maior for o número de simulações. O método de MonteCarlo pode ser realizado por softwares específicos, que agregam ferramentas ao Excel, tais como @Risk (www.palisade.com), Crystal Ball (www.oracle.com), e pode também ser feito no Excel, com o uso de suas ferramentas e um bom conhecimento do Excel, como veremos em futuros artigos do Blogtek.

Previamente à Simulação, é fundamental a Modelagem, ou seja, avaliar de que forma o parâmetro de entrada varia, ou seja como é a distribuição de probabilidades. Também por ser assunto extenso e complexo, breve publicaremos um artigo a respeito de Distribuições de Probabilidades e Modelagem, aqui no Blogtek.

Saídas do Processo de Análise Quantitativa de Riscos

Análise Probabilística do Projeto – permite estimar valores de custo e prazo para a realização do projeto, e permite ao gestor definir as reservas de contingência

Probabilidade de atingir metas

Lista priorizada de riscos quantificados – a lista de riscos priorizada, após a Análise Qualitativa de Riscos, pode agora ser quantificada.

Tendências do Projeto

Breve, mais artigos sobre Gerenciamento de Riscos. Assine o Blogtek.

Incoming search terms:

  • c) Análise qualitativa dos riscos identificando os possíveis efeitos na produção
  • análise quantitativa de riscos
  • o que e feito na análise quantitativa em gestão e feito análise de
  • saidas analise quantitativa de riscos
  • analise quantitativa de prazo
  • analise quantitativa de riscos tabelas
  • distribuição triangular de dados
  • exemplos de analise quantitativa
  • l j cx xc de vme cx hnbllhMquu way X w X r MP ppoiycaaC

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • Orlando Vieira de Santana

    Muito bom! Gostaria de receber mais informações.

  • Orlando, cadastrei seu e-mail para receber sempre os novos artigos. Você receberá um e-mail para confirmação (cheque também seu spam). Obrigado pelo interesse!

  • Sergio de Paula

    Gostei muito, estou me cadastrando no grupo !

  • Seja bem vindo ao Blogtek, Sérgio!

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Síndrome do estudante – procrastinação

Comente Stonner 20.11.17
Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

1 Comentário Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.