Menu

Análise das partes interessadas (Stakeholders analysis)

Stonner 10 Comentários 20.10.14 4353 Vizualizações Imprimir Enviar

Análise das partes interessadas (Stakeholders analysis) – é fundamental conhecer quais são as partes interessadas no projeto. Este fato tem sido reconhecido como tão fundamental que a 5ª edição do PMBoK Guide criou uma área de conhecimento específica para isto: Capítulo 13 – Gerenciamento das Partes Interessadas no Projeto. Publicaremos outros artigos sobre partes interessadas em breve.  Se você quiser ser notificado dos próximos artigos, cadastre seu e-mail aqui ao lado, em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Análise das Partes Interessadas – contexto

Partes interessadas são indivíduos, grupos ou organização que podem afetar, serem afetados ou sentir-se afetados pelas decisões, atividades ou resultados de um projeto. As partes interessadas podem estar ativamente envolvidas no projeto ou ter interesses que possam ser positiva ou negativamente afetados pelo desempenho ou término do projeto. As partes interessadas também podem exercer influência sobre o projeto, suas entregas e sobre a equipe do projeto a fim de atingir um conjunto de resultados que atenda os objetivos de negócios estratégicos, ou outras necessidades. (definição do PMBoK Guide, 5ª edição).

Pela última frase, em especial o trecho em negrito, vê-se a importância das partes interessadas. Há dois momentos especialmente críticos:

  • Identificar as partes interessadas (pode não ser tão óbvio quanto parece; imagine um megaprojeto de indústria se instalando em um novo território)
  • Analisar as partes interessadas – avaliar que impactos podem afetar as partes interessadas, positiva ou negativamente, e qual o grau de influência que estas partes interessadas podem ter no projeto.

Análise das Partes Interessadas – metodologia

O primeiro passo é identificar todas as partes interessadas. Imagine que o projeto no qual você está trabalhando seja a implantação de uma usina hidroelétrica no interior da Amazônia. As partes interessadas são (a lista não se esgota no exemplo…):

 

Análise das partes interessadas - identificação

Análise das partes interessadas – identificação

Há que se ter em mente que apesar das partes interessadas poderem ser pessoas ou organizações, a comunicação só pode ser feita com pessoas, portanto é necessário identificar os interlocutores corretos em cada organização que figura como parte interessada.

As diversas partes interessadas podem ter maior ou menor interesse no projeto, bem como também podem ter diferentes graus de influência no projeto. Ou seja, isto se ilustra no gráfico de quadrantes abaixo:

Análise das partes interessadas - quadrantes

Análise das partes interessadas – quadrantes

Dependendo do quadrante em que se situa uma das partes interessadas, diferentes abordagens podem ser feitas:

Alta influência e interesse: são as pessoas que devem estar totalmente engajadas com o projeto, às quais você deve dar grande atenção

Alta influência, menor interesse: pessoas que poderiam ter grande influência no projeto, porém não tem grande interesse – estas pessoas devem ser mantidas satisfeitas com a evolução do projeto, mas não sobrecarregadas de informações.

Baixa influência, grande interesse – por exemplo, os trabalhadores no projeto tem relativamente pouca influência no projeto, porém tem grande interesse.

Baixa influência, baixo interesse – acompanhe o grau de satisfação destas pessoas, procure fazer com que o projeto não agrida suas necessidades, mantenha-os portanto, informados, porém sem sobrecarregá-los com informações demasiadas, as quais podem não ter interesse.

A maneira de lidar com estes grupos está ilustrada nos quadrantes como se segue:

Análise das partes interessadas - quadrantes preenchidos

Análise das partes interessadas – quadrantes preenchidos

Continuaremos a abordar em detalhes o Gerenciamento de Partes Interessadas nos próximos artigos do Blogtek. Para manter-se informado sobre os próximos artigos, cadastre seu e-mail em Assine o Blogtek! SEU E-MAIL NÃO SERÁ USADO POR TERCEIROS.

Incoming search terms:

  • análise partes interessadas
  • analise das partes interessadas
  • análise das partes interessadas (stakeholders)
  • analises das part

Clique aqui e cadastre-se para receber uma notificação por email sempre que um novo artigo for postado

Seu email não será utilizado por terceiros nem para envio de spam.

Stonner

Rodolfo Stonner, Engenheiro Mecânico pela UFRJ, atuou como Engenheiro de Equipamentos Sênior da Petrobras, e foi Gerente de Construção e Montagem das Obras Extramuros da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco. Atualmente aposentado, é consultor e instrutor nas áreas de Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, e está atuando com a Deloitte na implantação do PMO para a Refinaria de Talara, Peru. Gosta de lecionar, trocar experiências e conhecimentos, é certificado como PMP (Project Management Professional) e RMP (Risk Management Professional) pelo PMI, e CRE (Certified Reliability Engineer) pela ASQ.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  • Jose Geraldo

    Belo artigo!
    Muito bom!
    Tudo a ver com a realidade dos vários projetos que trabalhei!

    Sds,
    Jose Geraldo

  • Obrigado, José Geraldo!

  • JORGE BERNARDES LIMA

    Excelente o artigo.

  • Carlos Alberto Serafim

    Muito bom Stonner. Vc explicou muito bem o assunto. Eu vi esse assunto no curso de gerenciamento de projetos ( PMI) que fiz recentemente. Sds.

  • Valeu, Jorge, conto com seus comentários e sugestões. Bem vindo ao Blogtek!

  • Pingback: blogtek.com.brDiagrama de Influência - blogtek.com.br()

  • PAULO ABREU

    Olá tudo bem, achei muito interessante seu blog, estou fazendo e concluindo o meu tcc, gerenciamento de projetos na FGV, o meu tema é como obter sucesso em um Mega projeto da Petrobras, envolvendo os Stakeholders? refinaria Premium II
    logo se você puder me ajudar com a sua experiencia, te agradeço.
    um grande abraço.
    att, Paulo Abreu

  • Paulo, desculpe a demora na resposta, estava envolvido em mudança de ambiente de trabalho. Em que poderia ajudá-lo? Obrigado pela visita ao Blogtek!

  • Pingback: Diagrama de Inter-relações - mais uma das sete ferramentas de gerenciamento - blogtek.com.br()

  • Pingback: Gerenciamento das Partes Interessadas - blogtek.com.br()

Publicidade

Gerenciamento de Projetos

Síndrome do estudante – procrastinação

Comente Stonner 20.11.17
Liderança e Gestão

Planejamento de cenários – estratégia na incerteza

Comente Stonner 13.11.17
Gerenciamento de Projetos

O projeto como parte do negócio – PMBOK Guide sexta edição

Comente Stonner 06.11.17
Gerenciamento de Projetos

Lei de Parkinson – expansibilidade do trabalho

1 Comentário Stonner 30.10.17
Gerenciamento de Projetos

Joint Confidence Level (JCL) – análise simultânea de custo e prazo

2 Comentários Stonner 23.10.17

Gerenciamento de Projetos

MS-Project – Dicas e Pegadinhas (Tips & Tricks)

83 Comentários Stonner 28.04.13
Liderança e Gestão

Seis regras testadas para vencer discussões (Les Giblin)

61 Comentários Stonner 01.12.14
Gestão da Manutenção

O Planejamento de uma Parada de Manutenção – Parte 1

61 Comentários Stonner 05.05.13
Atualidades

O que o biquíni esconde e o custo das novas refinarias…

56 Comentários Stonner 17.04.13
Gerenciamento de Projetos

Metodologia FEL – Método dos Portões

44 Comentários Stonner 17.02.13

Bem-vindo ao novo

Blogtek

Seja notificado sempre que um novo conteúdo estiver disponível.

Loading...Loading...
Não se preocupe, não temos prática de enviar spam.
© 2013 - 2017 Blogtek.